CEO da Telecom Italia sai e aumenta perspetiva de reorganização

Negócios
0 0 Sem Comentários

O presidente-executivo da Telecom Italia, Marco Patuano, vai abandonar o cargo o que está a ser visto pelo mercado como sinal da crescente influência da Vivendi, principal acionista, da telco italiana.

Segundo a agência Reuters, o movimento ocorria com investidores a apostar que a mudança de administração e a evidência de maior pressão da francesa Vivendi podem abrir caminho para uma reorganização radical do grupo italiano, altamente endividado.

Fontes afirmaram a esta agência noticiosa que Patuano iria renunciar, terminando assim com as especulações sobre o seu futuro à medida que Vincent Bollore, da Vivendi, que detém uma fatia de 24,9 por cento da companhia e quatro assentos no conselho, aperta o cerco.

A Reuters relembra que o relacionamento de Patuano com a Vivendi foi tenso desde que o grupo francês se tornou investidor da Telecom Italia em junho do ano passado.

E a verdade é que desde então o novo acionista e o executivo estiveram em desacordo, especialmente sobre a necessidade de fazer pesados cortes de custos no antigo monopólio estatal de empresa de telecomunicações, e sobre o destino da unidade brasileira da Telecom Italia, a TIM, que a Vivendi quer vender, disseram fontes.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor