CEO da Sony não pensa vender ou fechar negócio de TV

Negócios

A Sony pode ter um equity partner na sua unidade de televisões, que nos últimos dez anos tem apresentado perdas, mas a empresa não está a pensar vender ou sair do negócio. A Sony planeia transformar o seu negócio de TV numa entidade separada, a Sony Visual Products, em poucos meses para aumentar a transparência.

A Sony pode ter um equity partner na sua unidade de televisões, que nos últimos dez anos tem apresentado perdas, mas a empresa não está a pensar vender ou sair do negócio.

X9000B-SeriesSituation3A Sony planeia transformar o seu negócio de TV numa entidade separada, a Sony Visual Products, em poucos meses para aumentar a transparência. A “separação” da unidade aumentou a especulação sobre uma possível venda, mas o CEO Kazuo Hirai negou. “Não estamos a pensar vender as nossas operações de TV, ou fechar ou algo parecido”.

Hirai disse, também, que as vendas de televisões podem estar abaixo das expectativas da empresa, informando, ainda, que a Sony reestruturou o negócio para que possa suportar os choques externos.

A Sony, que é criticada pelo “hábito” de fazer previsões otimistas que repetidamente falha, prometeu um aumento no reestruturamento da divisão de eletrónica que este ano vai tornar a unidade lucrativa.

Kenichiro Yoshida, recentemente apontado como Chief Financial Officer, afirmou que a Sony não planeia mudar o foco da divisão de eletrónica para lá dos três negócios fundamentais no próximo ano fiscal, pelo menos. Kazuo Hirai reiterou que há riscos no mercado de smartphones e que a Sony irá monitorizar as condições de forma cuidadosa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor