CEO da Daimler diz que carros da Apple e Google estão a avançar

Inovação

O CEO da construtora automóvel Daimler, Dieter Zetsche, revelou ao jornal alemão Welt am Sonntag que os carros da Apple e da Google estão mais avançados do que ele esperava.

De acordo com a entrevista, Zetsche fez recentemente uma visita a Silicon Valley e tomou conhecimento dos projetos de carros autónomos das duas gigantes. “A nossa impressão é que estas empresas podem fazer mais e saber mais do que tínhamos previsto anteriormente”, disse o executivo ao jornal, citado pela Reuters. “Ao mesmo tempo, eles têm mais respeito pelo que nós conquistámos do que pensávamos.”

Um pormenor interessante é que, até ao momento, a Apple nunca confirmou que está a trabalhar num carro (autónomo ou não), embora os rumores abundem há vários anos. Quanto à Google, é uma das principais empresas que está a trabalhar nesta tecnologia em Silicon Valley e começou a testar os seus carros autónomos em 2012. A Daimler respondeu através da sua marca Mercedes-Benz, que desenvolveu um carro capaz de conduzir 103 quilómetros sem intervenção humana.

Por outro lado, a Califórnia também é sede dos esforços da Tesla Motors, que lidera no mercado elétrico, e da Faraday Future, uma startup com apoio de um multi milionário chinês. Em ambas as marcas há intenções de desenvolver tecnologia autónoma.

Zetsche conta que se reuniu com cerca de 70 empresas em Silicon Valley, acompanhado de alguns executivos de topo. “Houve negociações concretas”, afirmou o CEO, sem revelar pormenores. “Não foi só pelo facto de haver este espírito inovador no Valley, já sabíamos disso. Queríamos ver o que o impulsiona, todas as coisas que podem ser criadas com isso.” Além das grandes empresas, Zetsche teve contacto com startups.

Numa nota separada, o CEO informou que as autoridades alemães para os veículos (KBA) passaram três dias a testar vários modelos de Mercedes e Smart por causa das emissões. “Que eu saiba, não foram encontrados níveis de emissões conspícuos”, afirmou.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor