CEO da BlackBerry afirma que empresa vai ser lucrativa

EmpresasNegócios

A BlackBerry teve um ano de 2013 para esquecer, com o lançamento de vários produtos falhados e vários despedimentos em massa. John Chen, o novo CEO, acredita que nos próximos anos a empresa vai ser lucrativa. Durante o ano passado, a empresa lutou para sobreviver enquanto os concorrentes diretos, como a Samsung, Apple e Microsoft,

A BlackBerry teve um ano de 2013 para esquecer, com o lançamento de vários produtos falhados e vários despedimentos em massa. John Chen, o novo CEO, acredita que nos próximos anos a empresa vai ser lucrativa.

BlackBerry buildingDurante o ano passado, a empresa lutou para sobreviver enquanto os concorrentes diretos, como a Samsung, Apple e Microsoft, viram as suas vendas de smartphones aumentar.

De acordo com o recém nomeado CEO da BlackBerry Jason Chen, a BlackBerry já melhorou, pelo menos estrategicamente, dando um novo rumo que se foca naquilo por qual a empresa foi conhecida: segurança e segmento enterprise. John Chen prometeu várias novas contratações para este novo ano, marcando a primeira vez na memória recente da empresa que vai empregar novos funcionários.

A estratégia da BlackBerry para o futuro está focada nos serviços, incluindo a aplicação de mensagens BBM e o sistema operativo QNX, adquirido em 2010. John Chen salientou que 40 milhões dos utilizadores de Android e iOS já estão registados na aplicação BBM e prometeu, também, transformar a plataforma de mensagens numa fonte de receitas futura.

Jason Chen notou que o QNX é líder no segmento automóvel e falou dos serviços cloud baseados no QNX que vão ser apresentados durante o CES 2014.

Apesar do mau ano de 2013, Chen acredita que a BlackBerry tem “chances” em 2014, apontando o novo acordo com a Foxconn.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor