CenturyLink escolhe gás natural para alimentar data center

CloudData CenterData-Storage

A instalação de uma rede de alimentação energética baseada em gás natural para a CenturyLink já está terminada e deverá entrar em funcionamento em breve. O projeto ficou a cargo da Bloom Energy e corresponde a uma tendência que tem levado os centros de dados a apostar em alternativas mais ecológicas. As opções são variadas,

A instalação de uma rede de alimentação energética baseada em gás natural para a CenturyLink já está terminada e deverá entrar em funcionamento em breve. O projeto ficou a cargo da Bloom Energy e corresponde a uma tendência que tem levado os centros de dados a apostar em alternativas mais ecológicas.

green-technology

As opções são variadas, desde a utilização de energia eólica à adoção de sistemas de refrigeração mais ecológicos, muitos são os caminhos para tornar um centro de dados mais “verde”. A CenturyLink não quer ficar para trás e vai poder, finalmente, usufruir de um data center mais amigo do ambiente.

Desde 2013 que tem vindo a ser construído um sistema de alimentação energética totalmente renovado para o centro de dados californiano da empresa. A opção vencedora foi o gás natural e a empresa escolhida para desenvolver este projeto foi a Bloom Energy que vendeu uma estrutura de 500kW para o efeito.

Para além dos eventuais benefícios em termos de eficiência e redução de custos, a CenturyLink poderá ainda tirar partido da crescente preocupação das empresas que procuram uma nova solução de centro de dados. Esta preocupação prende-se com a utilização de energias consideradas limpas e que, por isso, não prejudiquem o ambiente.

O centro de dados de Irvine poderá ainda tirar aproveitar o facto de o gás natural ser mais barato nesta cidade do que a tradicional energia elétrica, bem como beneficiar dos incentivos fiscais que o estado da California oferece a quem utilizar este tipo de energia.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor