CenturyLink constrói primeiro data center de cloud na Ásia

CloudData CenterData-Storage

Singapura é o país escolhido pela CenturyLink para construir o primeiro data center para tecnologia cloud desta empresa, no continente asiático. A tecnológica norte-americana quer expandir internacionalmente os seus serviços e aumentar para duas dezenas o número de infraestruturas. Com o anúncio da construção de um novo data center de cloud em Singapura, juntando-se a

Singapura é o país escolhido pela CenturyLink para construir o primeiro data center para tecnologia cloud desta empresa, no continente asiático. A tecnológica norte-americana quer expandir internacionalmente os seus serviços e aumentar para duas dezenas o número de infraestruturas.

data center

Com o anúncio da construção de um novo data center de cloud em Singapura, juntando-se a outro data center já estabelecido no país, a CenturyLink aumenta para 13 o número de infraestruturas que a empresa dedica a serviços cloud. O objetivo é alcançar o número 20 ainda este ano, tornando a atividade da tecnológica norte-americana cada vez mais internacional.

Este será o primeiro centro de dados para tecnologia cloud que a empresa construirá na Ásia, já que o atual não foi desenvolvido considerando essa vertente. O estabelecimento de um data center, nesta região, deverá ajudar a empresa a consolidar os seus clientes asiáticos uma vez que os serviços da CenturyLink já estão disponíveis no continente mas, ainda, sem presença física.

Tanto empresas locais que querem modernizar os seus negócios como multinacionais que ambicionam expandir os seus produtos para países como a China poderão beneficiar do novo centro de dados, cujos serviços incluirão armazenamento em cloud pública, manutenção, servidores de alto desempenho e restantes funcionalidades base.

Em comunicado, a CenturyLink menciona um estudo levado a cabo pela Frost & Sullivan e que revela que as empresas do mercado asiático gastaram aproximadamente 6,6 mil milhões de dólares em serviços de cloud pública, em 2014, o que representa um aumento de 38 por cento relativamente ao ano anterior. Para tirar partido deste segmento em expansão, a CenturyLink foca a sua estratégia nesta região cujo crescimento, em 2018, deverá atingir os 20 mil milhões de dólares, tendo em conta as previsões da mesma equipa de analistas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor