Carros autónomos da Uber abandonam São Francisco

e-RegulaçãoEmpresasInovaçãoLegalNegócios
0 0 Sem Comentários

A Uber foi forçada a interromper o programa de teste de carros autónomos em São Francisco, nos EUA. Apesar deste imprevisto, a empresa pretende manter o projeto e vai mudar a sua frota para o Arizona.

Os automóveis autónomos da Uber foram obrigados a sair das ruas de São Francisco. Estes carros estavam a ser testados desde da semana passada e foram apanhados várias vezes a passarem sinais vermelhos nos semáforos.

O Departamento de Veículos Motores da Califórnia (DVMC) revogou na quarta-feira o registo dos 16 carros autónomos. Esta medida foi tomada depois de ter sido considerado que os carros da Uber não tinham a autorização necessária para veículos autónomos. Segundo o DVMC, os veículos autónomos são os que têm capacidade de condução “sem controlo físico ativo ou supervisão de uma pessoa”.

O DVMC considera que os veículos da Uber precisam de uma nova autorização para poderem circular nas ruas de São Francisco. A Uber contestou a decisão do DVMC alegando que os veículos não são totalmente autónomos, uma vez que um condutor e um engenheiro vão nos lugares da frente e intervêm frequentemente perante situações complicadas no trânsito, em zonas de obras ou em passagens de peões.

Apesar disso a empresa foi alertada que caso continuasse a realizar os testes sem a devida autorização seria alvo de ações legais por parte do DVMC e do procurador-geral da Califórnia.

Entretanto, a empresa já comunicou que os carros irão para o Arizona. Um porta-voz da Uber informou que “iremos expandir o nosso piloto de condução autónoma no Arizona nas próximas semanas e estamos ansiosos por ter o apoio do Governador Ducey”.

E o governo do Arizona está disposto a fazer frente à Califórnia. No comunicado oficial o governo do Arizona destaca que “enquanto a California coloca impedimentos na inovação e na mudança com mais burocracia e mais regulamentos, o Arizona está a construir o caminho para novas tecnologias e os novos negócios”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor