Capgemini define novo quadro diretivo

EmpresasNegócios

A Capgemini, multinacional francesa especializada em serviços de consultoria, tecnologia e terceirização, anunciou mudanças no seu quadro diretivo. Sob determinação do presidente e CEO do grupo, Paul Hermelin, Hubert Giraud assume o cargo de diretor de Recursos Humanos e Transformação. Giraud também fará parte do Comité Geral de Administração do Grupo. Christopher Stancombe o sucederá

A Capgemini, multinacional francesa especializada em serviços de consultoria, tecnologia e terceirização, anunciou mudanças no seu quadro diretivo.

CapgeminiSob determinação do presidente e CEO do grupo, Paul Hermelin, Hubert Giraud assume o cargo de diretor de Recursos Humanos e Transformação. Giraud também fará parte do Comité Geral de Administração do Grupo. Christopher Stancombe o sucederá como CEO da unidade global de BPO (Business Process Outsourcing). As nomeações terão efeito imediato.

Hubert Giraud conta com quinze anos de experiência no Grupo. Criou e desenvolveu a unidade de negócios de BPO, que hoje emprega mais de quinze mil funcionários no mundo. Já Stancombe contribuiu para a expansão das atividades de BPO, principalmente no que toca à consolidação da empresa na área de serviços contáveis.

Após ocupar diversos cargos no setor público francês, Giraud entrou no Société Générale, como líder do departamento de financiamento público, em 1990. Em 1993, ele foi nomeado Diretor de Operações da Gemplus (hoje Gemalto), especializada na produção de cartões inteligentes, posição que ocupou até 1998.

Com 56 anos de idade, Hubert Giraud é formado pela Ecole Nationale d’Administration (1984) e pelo Institut d’Etudes Politiques de Paris (1979).

Christopher Stancombe está na divisão de BPO da Capgemini desde 2005. Na posição anterior como líder de operações, foi responsável pela unidade global de delivery e pelo desenvolvimento de ofertas de serviços de BPO.

Com 50 anos de idade, Stancombe detém o título de membro da Chartered Accountants da Inglaterra e País de Gales. Trabalhou na Ernst & Young durante 11 anos antes de ir para o setor de TI, no qual ocupou diversos cargos de diretor em empresas internacionais, inclusive diretor financeiro, de tecnologia, operacional e presidente.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor