Capgemini cresce 2,3% no 1º trimestre

Negócios

O Grupo Capgemini gerou um volume de receitas consolidadas no valor de 2.503 milhões de euros durante o 1º trimestre de 2014 a nível mundial, representando um crescimento de 2,3% tendo em conta a estrutura do Grupo e as taxas de câmbio constantes, e por comparação com o período homólogo do ano transato. Tendo em

O Grupo Capgemini gerou um volume de receitas consolidadas no valor de 2.503 milhões de euros durante o 1º trimestre de 2014 a nível mundial, representando um crescimento de 2,3% tendo em conta a estrutura do Grupo e as taxas de câmbio constantes, e por comparação com o período homólogo do ano transato. Tendo em conta a estrutura do Grupo e as taxas de câmbio correntes, as receitas mantiveram-se estáveis – uma subida de 0,2% -, sendo que a diferença entre as duas taxas deve-se sobretudo à evolução desfavorável do dólar nos Estados Unidos e do real brasileiro.

capgemini

Analisando por área de negócio, o crescimento do Grupo foi liderado pelos Serviços de Outsourcing (+3,7%), imediatamente seguidos pelos Technology Services (+2.5%). Em conjunto, estas duas áreas de negócio são responsáveis por 80% das receitas da Capgemini.

Por outro lado, os negócios mais dependentes dos ciclos económicos continuam a ser afetados pelo ambiente de abrandamento da procura na Europa: as receitas da área de Local Professional Services (Sogeti) apresentaram uma evolução estável (-0,1%), enquanto os Serviços de Consultoria diminuíram 2,6%.

No que se refere à análise geográfica, são de novo as regiões da Ásia-Pacífico e da América Latina a reportarem os níveis de crescimento mais rápidos (+11,7%). A recuperação da atividade económica na América do Norte foi confirmada com uma taxa de crescimento de 4,1%.

A região do Reino Unido e da Irlanda alcançou os 2,7%, apesar das quebras registadas no sector público. A França registou um crescimento de 1%. À exceção da região do Benelux, que apresentou um decréscimo de 2,9%, o resto da Europa registou um crescimento de 1,2%.

As vendas totalizaram os 2.224 milhões de euros no 1º trimestre deste ano, traduzindo um crescimento de 5% face aos resultados alcançados no mesmo período do ano passado. O rácio book-to-bill combinado de Consulting Services, Technology Services e Local Professional Services situou-se nos 1.05.

A 31 de Março, o Grupo contava com um total de 134 mil colaboradores, sendo que os colaboradores em offshore totalizavam mais de 60 mil, representando 45% do número total de recursos efetivos do Grupo (mais 4% do que no ano passado, no mesmo período).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor