Cabovisão apresenta-se como NOWO e quer 10% do mercado

Negócios
0 0 Sem Comentários

A NOWO é o mais recente player de telecomunicações a operar no mercado nacional e surge na sequência do processo de rebranding levado a cabo pela Cabovisão. O objetivo é reposicionar a marca no mercado de telecomunicações. Em dois anos, querem 10% de quota de mercado.

“Desafiando as atuais práticas das operadoras em prol da defesa dos interesses dos clientes, a NOWO promete liberdade de escolha e justiça no relacionamento operadora-consumidor, transparência e preços justos”, disseram em comunicado.

A marca centra a sua abordagem naquilo que dizem ser uma “oferta que permite total liberdade de escolha do consumidor, valor fundamental da sua essência que se estende ao período de permanência a que o consumidor fica obrigado”.

Na NOWO não existem pacotes pré-definidos: o consumidor é livre para escolher e pagar apenas pelos serviços de Net, TV, Telefone fixo e Móvel que escolheu.

A marca optou ainda por reduzir o período máximo de fidelização estipulado pela Lei, de 24 para 12 meses.

De acordo com Miguel Veiga Martins, Chief Executive Officer da NOWO: “A NOWO reflete um processo de transformação do negócio que resulta da nossa interpretação do mercado e dos desafios de um setor em constante evolução. Acreditamos que há espaço para acrescentar competitividade, com propostas de valor alternativas e diferenciadoras para o cliente. A NOWO é uma marca challenger, que assinala o início de uma nova etapa, de uma nova forma de atuar e, acima de tudo, de reconquistar a confiança do consumidor de telecomunicações numa relação justa e transparente com o seu operador. Esperamos com esta estratégia conquistar 10% de quota de mercado em 2 anos.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor