bq no CES 2015, com novos produtos

EscritórioMobilidade

A tecnológica espanhola bq tem lugar marcado na feira de eletrónica de consumo CES 2015, e vai levar consigo para Las Vegas produtos dos seus segmentos de impressão 3D, de robótica e o seu kit de scanner 3D Ciclop. No evento que decorrerá entre o dia seis e nove de janeiro, a bq apresentará o

A tecnológica espanhola bq tem lugar marcado na feira de eletrónica de consumo CES 2015, e vai levar consigo para Las Vegas produtos dos seus segmentos de impressão 3D, de robótica e o seu kit de scanner 3D Ciclop.

igo3d_witbox

No evento que decorrerá entre o dia seis e nove de janeiro, a bq apresentará o seu primeiro scanner 3D, o Ciclop, dotado de software e hardware totalmente livres. Segundo a empresa, o Ciclop integra um laser rotativo de triangulação 3D – “utiliza luz laser para capturar a geometria e textura do objecto que roda sobre uma plataforma giratória”. O scanner recorre à aplicação Horus, multiplaforma e aberta, inteiramente concebida pela bq.

Para a cidade norte-americana do jogo, a empresa tecnológica vai também levar na mala de viagem o kit de impressão 3D Prusa i3 Hephestos. Este é um produto aberto a partir do qual o utilizador poderá construir a sua própria impressora 3D.

A Witbox vai também estar presente no CES 2015, tendo sido classificada como a quarta melhor impressora do mundo, de acordo com o Top 15 Quality Ratings da 3D Hubs. O sistema de impressão deste produto é “inspirado na curva de Fibonacci, com um tubo em PTFE para a passagem do filamento”, disse a empresa.

No decorrer da feira de eletrónica de consumo, a bq vai também apresentar o Mi primer Kit de Robótica, que permite a montagem de “qualquer robot ou jogo eletrónico partindo do zero”. Este produto alinha-se com o mote da empresa espanhola de “democratização do acesso à tecnologia”, para que as gerações mais jovens não sejam só utilizadores mas também criadores.

“A CES serve de local para a apresentação a nível mundial da nossa divisão de impressão 3D, especialmente do nosso último produto, o kit de scanner 3D Ciclop. Mas o que nos entusiasma de forma especial é apresentar globalmente o nosso projeto de robótica educativa, porque acreditamos que vai contribuir para que as crianças desmitifiquem a tecnologia e aprendam a utilizá-la, mas também a criá-la eles próprios”, referiu o diretor-geral adjunto da bq, Rodrigo del Prado.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor