Bold avança para mercado norte-americano

Negócios

A consultora portuguesa Bold International conquistou dois novos projetos, desta vez nos Estados Unidos da América, reforçando assim a sua aposta no crescimento internacional. Os projetos, sedeados no Texas e em São Francisco, incidem no desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis iPhone e Android e terão o apoio das marcas Carbon e Diamond by Bold, unidade de soluções

A consultora portuguesa Bold International conquistou dois novos projetos, desta vez nos Estados Unidos da América, reforçando assim a sua aposta no crescimento internacional.

projeto

Os projetos, sedeados no Texas e em São Francisco, incidem no desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis iPhone e Android e terão o apoio das marcas Carbon e Diamond by Bold, unidade de soluções mobile e de marketing digital, respetivamente, pertencentes ao grupo Bold.

“Um dos projetos incidirá na mobilização de processos de uma empresa de construção para reduzir os custos de operação e melhorar a qualidade de serviço prestada pela mesma aos seus clientes. Já o outro corresponderá à criação de uma solução destinada à força de vendas, permitindo a mobilização de toda a informação necessária para um processo de venda mais eficaz”, desvendou Pedro Henriques, Business Manager da Carbon by Bold .

Este novo passo pretende elevar o nome da empresa portuguesa a nível mundial, através do domínio de projetos espalhados um pouco por todos os continentes. Com estes dois novos projetos, aumenta para doze o número de países onde já atuamos, mas a entrada no mercado americano tem um sabor, naturalmente, especial representando um dos maiores desafios da BOLD desde a sua fundação”, refere Bruno Mota, Partner da Bold International.

Os critérios por detrás da escolha dos EUA enquanto mercado a abordar estão relacionados com o facto de constituírem um vasto e ambicioso mercado no que às soluções tecnológicas diz respeito, mas também devido ao grande potencial para o desenvolvimento de projetos inovadores. Por outro lado, devido às dimensões destes mercados, existe também um maior número de potenciais clientes.

Em questões de internacionalização, a opinião dos partners Bruno Mota e Tiago Gouveia é perentória, “é uma das grandes prioridades da BOLD até final do ano e durante o próximo ano, continuar a alargar a sua presença internacional. Para nós, o processo de internacionalização é algo quase que natural, faz parte do crescimento expectável de uma empresa. Aproveitámos a abertura da economia mundial e a possibilidade de as empresas operarem em novos mercados para atingir novos segmentos, novos clientes e novos projetos. E, depois, o clima económico pouco atrativo sentido em Portugal acaba também por ser uma alavanca para continuarmos a seguir esta estratégia, sem obviamente descurar o mercado nacional”, reforça Tiago Gouveia..

Os EUA juntam-se assim à lista de países em que a consultora já está presente e para onde desenvolve vários projetos, como Espanha, Holanda, Indonésia, Suécia, Suíça, Venezuela, Colômbia, Bélgica, Dinamarca, Angola, Moçambique, entre outros.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor