Blue Coat lança ecossistema ‘Cloud Ready’ para facilitar migração

CloudNegócios

A empresa norte-americana Blue Coat lançou aquilo a que chama de primeiro ecossistema de parceiros de segurança para a nuvem do mercado: o “Cloud Ready”. É um programa de parcerias que tem o intuito de facilitar a migração das empresas para a nuvem.

Este programa da Blue Coat vai criar uma estrutura aberta onde um grupo selecionado de fornecedores da área de segurança e empresas de SaaS (segurança como serviço) se irá integrar, certificando os seus serviços e aplicações na nuvem diretamente na plataforma de segurança da Blue Coat. O Cloud Ready arranca logo com grandes nomes, entre os quais Dropbox e Symantec.  A ideia é que este nível de integração facilite a transição dos clientes para a nuvem, mantendo a visibilidade e o controlo entre utilizadores e aplicações.

“A segurança é como um desporto coletivo, e só poderemos prever os passos dos cibercriminosos se trabalharmos juntos”, declarou Peter Doggart, vice-presidente de desenvolvimento comercial da Blue Coat “Estamos a entrar numa fase muito interessante das TI, em que podemos de facto trabalhar em conjunto num ambiente que nasceu para ser dinâmico: a nuvem”, adiantou, em comunicado. O argumento é que poderão partilhar informações, utilizar serviços e reagir a ataques ou fugas de dados com maior eficiência.

Os membros fundadores do programa de parceiros “Cloud Ready” da Blue Coat são a Symantec, HP, Dropbox, Gemalto, AirWatch, Centrify, Box, Exabeam, Fortscale, Seculert, AlienVault,  E8 Security e Splunk.

As empresas clientes poderão então aproveitar os seus serviços de segurança já existentes e integrar novas tecnologias à plataforma de segurança na nuvem da Blue Coat. Por exemplo, poderão partilhar informação com as plataformas de deteção de violações e garantir que os dispositivos dos utilizadores se conectam automaticamente à gestão móvel corporativa na nuvem da Blue Coat.

“Oferecer uma forma de aproveitar os seus investimentos existentes em prevenção contra a perda de dados (DLP) para protegê-los contra a nuvem proporciona um valor ainda maior aos nossos clientes em comum”, referiu  Nicolas Popp, vice-presidente da área de proteção às informações da Symantec.  “Tendo essa integração atual como base, vamos procurar desenvolver um suporte com base na nuvem muito mais amplo com a Blue Coat nos próximos lançamentos.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor