Best Ethical Pratices Awards da Capgemini já tem vencedores

EmpresasNegócios

A Capgemini lançou os prémios Best Ethical Pratices Awards (BEPA), uma iniciativa que visa identificar, distinguir e premiar as boas práticas éticas implementadas nas empresas a nível nacional, contribuindo para impulsionar a criação de um ambiente de excelência no tecido empresarial português a este nível. Os prémios BEPA pretendem distinguir empresas em Portugal em quatro categorias diretamente relacionadas com os principais temas das boas práticas éticas: Respeito

A Capgemini lançou os prémios Best Ethical Pratices Awards (BEPA), uma iniciativa que visa identificar, distinguir e premiar as boas práticas éticas implementadas nas empresas a nível nacional, contribuindo para impulsionar a criação de um ambiente de excelência no tecido empresarial português a este nível.

CAPGEMINIOs prémios BEPA pretendem distinguir empresas em Portugal em quatro categorias diretamente relacionadas com os principais temas das boas práticas éticas: Respeito pelos Colaboradores, categoria em que o enfoque recai na preocupação com a qualidade de vida dos colaboradores nas empresas, e Responsabilidade Social, categoria cujo foco recai na intervenção da empresa na sociedade e dinamização de ações e iniciativas nas diversas áreas de atuação social.

As outras duas categorias são Consciência Jurídica, categoria que contempla a prática de medidas preventivas que evitem situações que possam pôr em causa a legitimidade de atuação da empresa, e Relações de Negócio, categoria que aborda a adoção de regras de relacionamento com os stakeholders e a construção de relações de negócio baseadas nos valores organizacionais. O júri considerou não estarem reunidas as condições para atribuir este ano o prémio na categoria Relações de Negócio.

Os vencedores dos prémios BEPA foram anunciados e, este ano, englobaram um total de três distinções. Os vencedores, nas diferentes categorias, são a Caixa Geral de Depósitos na categoria Responsabilidade Social, Siemens na categoria  Respeito pelos Colaboradores e Activo Bank na categoria Consciência Jurídica.

O júri foi constituído por Alfredo José de Sousa, Daniel Bessa, Elisa Ferreira, Esmeralda Dourado, Francisco de la Fuente Sánchez, Helena Garrido, João Salgueiro e Paulo Morgado. O júri avaliou mais de 60 candidaturas para apurar os diferentes vencedores.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor