BEI promove crescimento económico e o emprego com empréstimo de 150 milhões

EmpregoEmpresasGestãoNegócios

O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu um empréstimo de 150 milhões de euros ao Banco Santander Totta para proporcionar financiamento às PME, empresas de média capitalização (mid-caps) e entidades do setor público.

Román Escolano, Vice-Presidente do BEI, e António Vieira Monteiro, Presidente da Comissão Executiva do Banco Santander Totta, assinaram hoje o contrato de financiamento em Lisboa. Este instrumento financeiro de 150 milhões de euros é a segunda tranche de um empréstimo intermediado, no montante total de 500 milhões de euros, concedido ao BST para facilitar o financiamento de projetos de pequena e média dimensão.

Com o apoio financeiro do BEI, o Banco Santander Totta terá mais recursos disponíveis para viabilizar investimentos promovidos sobretudo por PME e empresas mid-cap. Até 30% do montante do empréstimo poderá ser usado para financiar pequenos projetos realizados por autarquias ou outras entidades do setor público.

Este empréstimo do BEI proporcionará aos beneficiários finais acesso a financiamento a taxas de juro vantajosas e com prazos mais longos para os seus investimentos e fundo de maneio. É quinta operação do BEI realizada com o Banco Santander Totta a favor das PMEs e empresas mid-cap.

Román Escolano, Vice-Presidente do BEI, afirmou na cerimónia de assinatura que, “o acordo proporcionará crédito às empresas portuguesas que enfrentam dificuldades no acesso ao financiamento.” O executivo acrescentou que “as PMEs e mid-caps são responsáveis por cerca de 79 % do emprego total em Portugal. Por isso, o apoio financeiro concedido pelo BEI através deste empréstimo contribuirá para promover o crescimento a longo prazo e a criação de emprego no país”.

António Vieira Monteiro, CEO do Banco Santander Totta, acrescentou que “com este financiamento disponível, as nossas PMEs e mid-caps podem continuar a crescer, apostando na internacionalização e na retenção de talentos, que são tão importantes para o desenvolvimento de Portugal”.

A primeira tranche de 200 milhões de euros do empréstimo intermediado no montante total de 500 milhões de euros concedido ao Banco Santander Totta foi assinada em novembro de 2015 e disponibilizou financiamento para 1270 projetos diferentes em Portugal.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor