Beacons tornam app de Junta de Freguesia de Santo António pioneira

AppsInovaçãoMobilidade
0 8 1 Comentário

Decorreu esta tarde a apresentação da aplicação da Junta de Freguesia de Santo António, em Lisboa. Trata-se de “um passo dado em frente” em que a tecnologia é aliada aos serviços autárquicos pela melhoria do espaço cívico e das condições do freguês.

Criada pela portuguesa WhiteRoad, a aplicação foi um “trabalho feito à medida” como explica Nuno Valente à Bit Magazine. Foram analisadas as necessidades da Junta e as razões porque pretendiam criar uma aplicação e esta foi desenhada e estruturada pelas mãos dos técnicos da WhiteRoad.

A aplicação tem todos os serviços e possibilidades que o freguês pode precisar. Desde contatos, a mapas topónimos, todas as ruas da freguesia, a história, os serviços da junta, agenda e até a magazine da cidade. Um dos pontos mais citados como necessários era o registo das ocorrências.

“Agora temos facilidade para que as ocorrências nos sejam reportadas” explica Pedro Martins, Diretor de Comunicação da Junta e o pai da aplicação visto que foi quem teve a ideia de criar um canal simplificado entre freguês e Junta. A aplicação permite que o utilizador registe, tire uma foto e geolocalize uma ocorrência, tratando-se de lixo no chão ou buracos.

“Esta freguesia tem 140 ruas e como é óbvio não conseguimos passar em todas as ruas todos os dias. Os problemas surgem de um momento para o outro e se alguém o reportar, a Freguesia consegue solucioná-lo mais rapidamente”, explicou o Presidente da Junta de Santo António, Vasco Morgado.

Isto não é no entanto novo. Em 2014, a Junta de Freguesia da Estrela já apresentava uma app que permitia comunicar estes casos.” Pedro Martins conta as diferenças que esta aplicação apresenta; “Primeiramente é uma aplicação para Android e iOS, depois apresenta informação sobre a freguesia e as suas ruas e que permite interação com o freguês, temos também  as notificações, que é novidade”.

A questão das ocorrências apresenta também a possibilidade de o utente ter conhecimento quando esta for resolvida. É possível através da aplicação saber se o buraco está a ser reparado e receber uma notificação quando estiver.

As notificações funcionam como as aplicações de órgãos de comunicação social; se existir trânsito, uma rua estiver fechada, ou uma calamidade estiver a ocorrer, os utilizadores da aplicação vão ter acesso à informação. Os avisos da proteção civil recebidos pela Junta vão também ser remetidos pela aplicação.

O que torna a aplicação pioneira, além da comunicação de parte a parte, entre a junta e os moradores da freguesia é a possibilidade de notificações push-up multi conteúdo. Os beacons da WhiteRoad vão permitir que os utilizadores da aplicação, através do Bluetooth recebam avisos de eventos, vouchers, promoções dos estabelecimentos onde se encontra o beacon.

“Os beacons são programados e vão ter multi conteúdos. Em cada rua vão estar pelo menos dois dispositivos colocados e por exemplo os turistas com a aplicação assim que entrarem vão ser recebidos por uma notificação. Estes mesmos beacons vão servir para notificações de acontecimentos na rua e na segunda fase vai permitir que um restaurante lance um voucher, por exemplo.”

A geolocalização  dos beacons é mais precisa que o sinal de GPS, explica Nuno Valente acrescentando que os aparelhos vão também permitir “saber que colaboradores passaram lá” e quais as zonas mais movimentadas da cidade e que por isso precisam de mais vigilância.

Os beacons funcionam por Bluetooth, e ao contrário das notificações da aplicação, os push-ups que são lançados para uma rua específica e as possibilidades de publicidade só funcionam se o portador da aplicação tenha o Bluetooth da aplicação ativo.

“Isto é uma vantagem na realidade porque estamos a trabalhar com o Turismo do Algarve por exemplo, em zonas onde não existe Wi-fi e rede móvel e através dos beacons torna-se possível comunicar” explica Nuno Valente à Bit.

Ao questionarmos Vasco Morgado da sociedade geracional que vive em Santo António ser maioritariamente idosa e por isso não utilizadora de aplicações a resposta é rápida e automática: “Estamos à espera que a aplicação seja usada por quem normalmente usa as aplicações. Nós queremos chegar a uma geração que normalmente não usa os atendimentos da Junta, assim conseguimos chegar aos mais jovens.”

A aplicação também tem uma secção para os trabalhadores da Junta de Freguesia. As “tarefas” para o dia surgem na aplicação e os trabalhadores que estão na rua têm a possibilidade de dar finalidade às suas tarefas. Se estas se tratarem de resposta a uma ocorrência detetada por um freguês, o trabalhador pode fazer com que o ícone vermelho se transforme em verde, dando por finalizada a ocorrência e conhecimento ao cidadão.

Para já a “Freguesia de Santo António” está apenas disponível em português mas já se encontra em processo de atualização para que os utilizadores possam ter conhecimento de onde está o “Sobe & Desce”, o autocarro da Junta que transporta utentes entre as colinas de Santo António.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor