BCE quer privatizar Bell Aliant

OperadoresRedes

A BCE, a maior operadora de telecomunicações do Canadá, comunicou que planeia privatizar a Bell Aliant, onde detém já uma participação de 44 por cento. As demais ações deverão ser adquiridas pela canadiana por 28,9 dólares cada uma. A Bell Aliant é uma empresa de telecoms canadiana que atua na porção oriental do país, e

A BCE, a maior operadora de telecomunicações do Canadá, comunicou que planeia privatizar a Bell Aliant, onde detém já uma participação de 44 por cento. As demais ações deverão ser adquiridas pela canadiana por 28,9 dólares cada uma.

bell aliant

A Bell Aliant é uma empresa de telecoms canadiana que atua na porção oriental do país, e avaliou o negócio em 3,68 mil milhões de dólares, passando, assim, a ficar sob o total jugo da BCE.

“A privatização da Bell Aliant vai reforçar a nossa estratégia de investimentos em banda-larga e os nossos objetivos para os mercados de capital”, avançou George Cope, diretor executivo da BCE, que vai financiar o negócio em parte através da emissão de 61 milhões de ações.

A aquisição deverá polir a capacidade de investimentos da Bell Aliant e ainda reforçar a eficácia de resposta da empresa às exigências dos clientes no mercado atlântico. Simultaneamente, a Bell Aliant potenciará o desenvolvimento dos seus serviços de banda-larga e de TV.

A BCE revelou também que, ao longo dos próximos cinco anos, vai investir cerca de dois mil milhões de dólares na construção de redes LTE mobile de quarta geração na região atlântica do Canadá.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor