Bava deixa direção executiva da Oi

Negócios

A Oi confirmou hoje que Zeinal Bava vai abandonar o cargo de presidente da operadora brasileira, verificando vários rumores que têm sido avançados ao longo dos últimos dias. De acordo com o comunicado de imprensa emitido ontem pela empresa de telecomunicações, Bava manterá o cargo de diretor financeiro e responsável pelo segmento de Relações com os

A Oi confirmou hoje que Zeinal Bava vai abandonar o cargo de presidente da operadora brasileira, verificando vários rumores que têm sido avançados ao longo dos últimos dias.

zeinal bava

De acordo com o comunicado de imprensa emitido ontem pela empresa de telecomunicações, Bava manterá o cargo de diretor financeiro e responsável pelo segmento de Relações com os Investidores.

Em adição, o executivo conservará as funções de Diretor Presidente, até que o Conselho de Administração da Oi encontre um substituto.

Esta decisão emerge depois da polémica que envolveu a brasileira e a Portugal Telecom, que à revelia dos seus acionistas e no decorrer de um processo de fusão com a Oi, emprestou 900 mil euros à Rioforte, unidade do Grupo Espírito Santo.

Apesar da fusão PT-Oi ter continuado viável, Bava perdeu alguma da confiança que os cidadãos do Brasil haviam em si depositado, pelo que o abandono da direção executiva era, segundo muitos, uma mera questão de tempo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor