BA indica que falha informática se deveu a um apagão

EmpresasNegócios

A British Airways (BA) indicou, hoje, em comunicado que o problema do sistema informático que ocorreu no passado fim-de-semana se deveu a danos causados nos seus servidores em virtude de uma falha de energia elétrica.

O problema de TI que afetou mais de 75 mil passageiros foi causado por um corte de energia no data center da companhia perto do aeroporto de Heathrow. Quando a eletricidade voltou provocou um pico de corrente que afectou os servidores e causou a situação.

“Houve uma perda total de energia no data center. Quando a eletricidade voltou, tal aconteceu de forma descontrolada causando danos físicos aos servidores” disse a BA, em comunicado. “Não foi um problema informático mas sim um problema de alimentação.”

Segundo a Reuters, tem sido amplamente questionado o facto de uma falha deste género ter afetado o sistema principal da empresa, assim como o de backup. A BA já veio indicar que o seu sistema é recente, tentanto “calar” especulações que indicam que a situação aconteceu porque a sua infraestrutura de TI é antiga.

A verdade é que os rivais, como a Ryanair, têm os seus sistemas de TI em três localizações distintas para minimizar os riscos de que uma falha semelhante ocorra.

Neste momento, a BA está a tentar limitar os danos à sua reputação e já apresentou, publicamente, desculpas. A questão foi ainda mais grave para a companhia aérea dado que, no Reino Unido, era fim-de-semana prolongado, existindo mais passageiros do que habitualmente.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor