Avago compra Broadcom na maior negociação de sempre do mercado de semicondutores

Negócios

A Avago Technologies, fabricante de semicondutores sediada em Singapura, concordou em pagar aproximadamente 37 mil milhões de dólares para adquirir a sua concorrente norte-americana Broadcom Corporation, num negócio que já é classificado pelo mercado financeiro norte-americano como a maior aquisição da história do setor. A quantia será liquidada em duas partes, com 17 mil milhões de dólares debitados

A Avago Technologies, fabricante de semicondutores sediada em Singapura, concordou em pagar aproximadamente 37 mil milhões de dólares para adquirir a sua concorrente norte-americana Broadcom Corporation, num negócio que já é classificado pelo mercado financeiro norte-americano como a maior aquisição da história do setor.

Broadcom Science Park em CambridgeA quantia será liquidada em duas partes, com 17 mil milhões de dólares debitados em dinheiro e quase 20 mil milhões em ações da compradora, segundo informações divulgadas pela agência Bloomberg sobre o negócio. A oferta representa uma considerável valorização das ações da fabricante norte-americana, já que o preço final foi de 57,16 dólares por ação da Broadcom, em comparação com os 54,50 dólares avaliados por cada papel durante as negociações bolsistas no dia de ontem.

A compra da Broadcom cria o sexto maior fabricante de chipsets do mundo em receita e é o negócio mais recente de uma rodada de consolidações numa indústria avaliada em 300 mil milhões de dólares. O movimento de fusões e aquisições no setor são creditados ao aumento dos custos de produção das fabricantes. A Avago tem puxado a onda com diversas aquisições, incluindo as conversas que resultaram na venda da LSI Corporation para a empresa singapurense, 5,6 mil milhões de dólares, no final de 2013.

A Broadcom, com sede em Irvine, no estado da Califórnia, representa um alvo gigante para a Avago. Enquanto a compradora asiática tem um valor de mercado avaliado em quase 37 mil milhões de dólares e vencimentos anuais na casa dos 4,9 mil milhões, em 2014, a Broadcom é avaliada nos mesmos 37 mil milhões de dólares, porém teve melhores números em vendas e faturação, somando quase o dobro – 8,4 mil milhões – em receitas no mesmo período.

A Broadcom é a maior fabricante do mundo de chips desenhados especificamente para conexões Wi-Fi de curto alcance, integrando dispositivos móveis como smartphones e tablets. A empresa está a reformular a divisão de dispositivos móveis para reduzir as perdas e despesas do negócio que não conseguiu ganhar uma fatia de mercado significativa sobre as líderes Qualcomm, Mediatek e Intel.

A Avago foi fundada em 1961 como uma divisão de eletrónica da Hewlett-Packard. A companhia foi  pioneira no fabrico de lâmpadas de díodo para monitores, antes de expandir a atuação para transmissores de fibra óptica, sensores óticos de ratos de computador, entre outros equipamentos. Em seguida, nos anos 2000 ela tornou-se parte da Agilent Technologies, outra companhia nascida dentro da HP. Em 2005, um grupo de empresas de private equity, como Silver Lake e a KKR, adquiriram o negócio de 2,66 mil milhões de dólares. A oferta pública inicial de ações da empresa aconteceu em 2009 e desde então as suas ações são negociadas na bolsa electrónica, Nasdaq.

O acordo representa o dobro da compra anunciada em março e ainda não concluída da NXP Semiconductors NV pela Freescale Semiconductors Limited, por cerca de 16,7 mil milhões de dólares, incluindo dívidas.

*Amauri Vargas é jornalista da B!T Magazine no Brasil


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor