Aumentou o número de vulnerabilidades graves de software

e-RegulaçãoSegurançaSoftware
1 0 Sem Comentários

Este ano houve menor volume de vulnerabilidades de software reportadas em todo o mundo, segundo um relatório do Hasso Plattner Institute. No entanto, aumentou o número de vulnerabilidades com elevado grau de seriedade.

De acordo com a análise do instituto alemão, pelo menos 5350 vulnerabilidades de software foram registadas ou atualizadas nos últimos doze meses; é uma redução em relação ao ano passado, em que o número foi de 7200. Só que o relatório dos cientistas mostra 2000 vulnerabilidades com gravidade, acima das menos de 1800 registadas no ano anterior.

“Os utilizadores de computadores têm de se manter vigilantes no que toca à situação de segurança em torno do software”, avisa o diretor do instituto, professor Christoph Meinel. “Todas as oportunidades devem ser usadas para fazer o update de sistemas operativos, navegadores de internet e outras aplicações de software, para eliminar vulnerabilidades”, acrescenta.

Um dado relevante do relatório estatístico deste ano é que houve um recuo das vulnerabilidades de gravidade média, com quase metade dos registos em relação a 2014 (2800 contra 4800). Quanto às vulnerabilidades de menor impacto, não houve grandes modificações.

A base de dados do Hasso Plattner Institute para a análise de ataques de IT registou cerca de 7 mil novos produtos de software e 400 novos fabricantes durante este ano. O site tem armazenadas 73299 referências sobre vulnerabilidades, originárias de 180 mil programas de 15550 fabricantes.

Tanto o portal como a investigação subjacente são trabalho sem fins lucrativos do instituto, afiliado da Universidade de Potsdam e focado em engenharia de sistemas informáticos. Foi fundado nos anos oitenta com financiamento privado de um dos fundadores da SAP, Hasso Plattner. A base de dados pode ser consultada de forma livre.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor