Aumentam utilizadores de banda larga móvel em Portugal

Mobilidade

O número de utilizadores de banda larga móvel em Portugal aumentou 9,1 por cento. Só no final de setembro já existiam no nosso país 4,4 milhões de utilizadores efetivos deste serviço. O relatório da Anacom para as comunicações móveis revela que no espaço de apenas um ano o número de utilizadores efetivos de serviços de

O número de utilizadores de banda larga móvel em Portugal aumentou 9,1 por cento. Só no final de setembro já existiam no nosso país 4,4 milhões de utilizadores efetivos deste serviço.

Fiber optics background with lots of light spotsO relatório da Anacom para as comunicações móveis revela que no espaço de apenas um ano o número de utilizadores efetivos de serviços de banda larga móvel em Portugal registou um grande crescimento. Estes resultados são relativos ao terceiro trimestre de 2013 e em comparação com o período que compreendeu os meses de abril a junho, registou-se um crescimento superior a cinco por cento.

No final do passado mês de setembro havia já 125 telemóveis ou smartphones por cada cem habitantes no nosso País. Este número, se formos a contar com os modems 3G/4G e as estações móveis de serviços de machine to machine, ascende a 159 equipamentos com suporte a redes móveis por cada cem pessoas.

Só nesse mês registou-se em Portugal o uso de 11,8 milhões de equipamentos com suporte para serviços de telefonia móvel. A TMN detém a maioria dos utilizadores, cerca de 45,6 por cento, seguida pela Vodafone, com 39,5 por cento, e em terceiro lugar vem a Optimus, com 11,9 por cento dos utilizadores. Por último, aparece ainda a LycaMobile, com 1,5 por cento de quota.

No terceiro trimestre deste ano demonstraram-se sinais positivos no segmento das comunicações móveis, ao assistir a um aumento de 6,2 por cento no número de minutos de conversação. Por cada número de telemóvel registou-se cerca de 159 minutos de chamadas por mês. De acordo com os dados da Anacom, entre os meses julho e setembro de 2013, cada chamada durou em média 147 segundos.

Relativamente a SMS, verificou-se que no mesmo período foram enviados 6,8 mil milhões de mensagens escritas, o que revela uma quebra de quase quatro por cento em comparação ao ano anterior. Isto deve-se em grande parte ao crescimento da utilização de aplicações de messaging através da Internet. Cada utilizador enviou em média onze mensagens escritas por dia.

A reguladora destaca ainda no relatório o aumento de 9,6 por cento no número de MMS enviadas e o aumento de 3,3 por cento nas videochamadas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor