Aumentam tentativas de censura de conteúdos no Google

e-Marketing

O número de tentativas governamentais para censurar conteúdos no Google aumentaram. Só no primeiro semestre de 2013, a empresa recebeu quase quatro mil pedidos de remoção de itens. No total, foram 3846 pedidos que a Google recebeu para remover 24737 itens, representando um aumento de 68 por cento relativamente ao segundo semestre do ano passado.

O número de tentativas governamentais para censurar conteúdos no Google aumentaram. Só no primeiro semestre de 2013, a empresa recebeu quase quatro mil pedidos de remoção de itens.

google-fiber-utah.jpeg-1280x960No total, foram 3846 pedidos que a Google recebeu para remover 24737 itens, representando um aumento de 68 por cento relativamente ao segundo semestre do ano passado.

Portugal fez um total de seis pedidos, em linha com os anteriores relatórios.

Os tribunais portugueses fizeram três pedidos relativamente a 27 itens, sendo todos eles removidos. O Governo, Polícia e outras entidades públicas fizeram os outros três pedidos, mas nenhum deles foi considerado pela Google.

“Nos últimos quatro anos, foi consistente uma tendência preocupante: governos e autoridades continuam a pedir-nos para removermos conteúdos políticos. Os juízes solicitam a remoção de informações críticas sobre si; os departamentos de polícia pedem-nos para removermos vídeos ou blogs que mostram a sua conduta; e as instituições locais não querem que as pessoas consigam encontrar informação sobre os seus processos de tomada de decisão”, lê-se no blog oficial da Gooogle.

De acordo com a empresa, foram recebidos durante o período analisado cerca de 93 solicitações para remoção de conteúdos críticos sobre governos, atendendo a menos de um terço.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor