AT&T e IBM descem para minutos conectividade cloud-to-cloud

Business IntelligenceCloudData-Storage

A AT&T Labs e a IBM Research afirmaram esta semana que chegaram ao culminar de um projeto que começou como um estudo de rede hipotético em 2007, que resultou, no mundo real, num proof-of-concept em maio. A tecnologia, co-desenvolvida com o programa do governo norte-americano DARPA CORONET, tem como objetivo trazer interconectividade cloud e data center para

A AT&T Labs e a IBM Research afirmaram esta semana que chegaram ao culminar de um projeto que começou como um estudo de rede hipotético em 2007, que resultou, no mundo real, num proof-of-concept em maio.

twilio-and-microsoft-partner-to-bring-cloud-communications-to-a6Y2clWA tecnologia, co-desenvolvida com o programa do governo norte-americano DARPA CORONET, tem como objetivo trazer interconectividade cloud e data center para um estado mais dinâmico e elástico, fazendo com que o setup cloud-to-cloud seja reduzido para minutos em vez de dias ou mesmo semanas.

A mudança confia fortemente em desenvolvimentos SDN (Software-Defined Network) para criar redes inteligentes que a AT&T chama de User-Defined Network Cloud (UDNC), uma área chave que terá impacto na conectividade cloud-to-cloud.

Como a AT&T explicou, quando é usado o modelo de rede tradicional, a conexão entre clouds é estática, o que significa que não se pode expandir ou contrair baseado na necessidade de banda.

A operadora acredita que com o crescente potencial da cloud, a rede entre data centers, e as clouds em si, precisa de ser similarmente dinâmico. A tecnologia proof-of-concept pode preparar a conexão cloud-to-cloud em menos de um minuto.

Mas porque é isto tão importante? Os developers usam o exemplo de uma situação de emergência: se existir um tornado a ir diretamente para um data center, idealmente, o operador vai fornecer largura de banda necessária para transferir os dados para outro data center. Enquanto não era possível antes, esta tecnologia faz com que seja verdadeiramente possível. No entanto, no futuro, o uso de largura de banda flexíveis e on-demand para aplicações cloud vai fornecer uma maior flexibilidade e eficiência de serviço às empresas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor