Atos Quantum celebra primeiros sucessos alcançados na área da computação quântica

Inovação

Para assinalar o primeiro aniversário do lançamento do Programa de Computação Quântica na Europa, a Atos, líder mundial em transformação digital, reuniu o Conselho Científico do “Atos Quantum” no qual foram apresentados os primeiros sucessos comerciais da Atos Quantum Learning Machine (Atos QLM) e as novas perspetivas de evolução tecnológica do Atos Quantum.

Recorde-se que o Programa foi apresentado há um ano atrás numa cerimónia em que esteve presente o presidente e CEO da Atos, Thierry Breton, acompanhado pelo Prémio Nobel da Física Serge Haroche, pelo vendedor da Medalha Fields Cédric Villani, Daniel Estève, Alain Aspect, David DiVincenzo, Artur Ekert e pelos membros da equipa de direção da Atos Quantum.

Apenas seis meses após a apresentação da Atos QLM, o simulador quântico mais poderoso do mundo, a Atos vendeu uma destas máquinas ao Laboratório Nacional de Oak Ridge do Tennessee, o maior laboratório de ciência e energia do mundo e que depende diretamente do Departamento de Energia dos EUA. A Atos QLM oferece aos engenheiros e investigadores dos EUA a oportunidade de desenvolverem e testarem já os algoritmos e as aplicações quânticas que irão ser utilizadas assim que os futuros computadores quânticos estiverem disponíveis no mercado.

Desde o seu lançamento, esta máquina, capaz de simular até 40 bits quânticos (Qubits), tem vindo a ser objeto de inovações permanentes por parte dos especialistas em computação quântica da Atos.

Entre estas inovações, destaca-se o trabalho dos investigadores do laboratório Atos Quantum na integração de modelos de “ruído quântico”, uma melhoria particularmente significativa para os investigadores que trabalham nas arquiteturas Qubit.

Paralelamente com o seu trabalho de simulação quântica, o Grupo Atos também participa no desenvolvimento dos novos standards dos chamados algoritmos “quânticos seguros”. Isto é, naqueles que são capazes de resistir aos ataques quânticos, tornando as atuais aplicações (internet, comércio eletrónico, dados pessoais) invioláveis aos métodos quânticos. Neste sentido, o Grupo Atos respondeu recentemente à apresentação de propostas lançada nos EUA pelo NIST (Instituto Nacional de Standards e Tecnologia).

A natureza altamente inovadora do programa Atos Quantum é reconhecida a nível mundial e regional. Assim, na apresentação do Smart Initiative Plan (2018-2021), que tem como objetivo converter a Île-de-France na primeira grande região inteligente da Europa, Valérie Pécresse, presidente do Conselho Regional da Île-de-France, sublinhou o enorme contributo tecnológico e industrial oferecido pela computação quântica. Neste contexto, a região da Île-de-France irá doar ao laboratório Atos Quantum, sediado em Arcillas-sous-Bois (Yvelines) 5 milhões de euros para investigação e desenvolvimento.

“Estamos encantados com o enorme progresso que o programa Atos Quantum alcançou até agora. Em apenas 12 meses, as nossas equipas conseguiram verter para utilização industrial os avanços alcançados no nosso laboratório de investigação. Os primeiros sucessos comerciais da Atos QLM reforçam a necessidade de avançarmos mais na área da computação quântica e de superarmos os atuais limites da física. Graças ao seu trabalho em I+D, as equipas do Atos Quantum, apoiadas por um Conselho científico, que é unanimemente reconhecido, e pela região da Île-de-France, oferecem aos investigadores de todo o mundo a possibilidade de testarem hoje os algoritmos específicos que irão capacitar os computadores do futuro, nomeadamente as aplicações relacionadas com a inteligência artificial”, declarou Thierry Breton, Presidente e CEO de Atos, durante a reunião do Conselho Científico da Atos Quantum.

Nos próximos anos, a computação quântica, deverá permitir responder à explosão dos dados gerados pela Big Data e pela Internet das Coisas. A computação quântica, com as suas capacidades específicas e sem precedentes para acelerar a computação, baseadas no Bull Sequana exascale, deverá igualmente impulsionar avanços significativos a nível da aprendizagem profunda, dos algoritmos e da inteligência artificial em áreas tão variadas como o desenvolvimento de novos medicamentos e de novos materiais. Neste âmbito, a Atos irá colaborar com centros de investigação e universidades de todo o mundo.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor