Atelier Digital da Google forma mais de 19 mil portugueses em cinco meses

e-MarketingEmpresas

O projeto Atelier Digital da Google já formou, desde o seu lançamento, no passado mês de Dezembro, mais de 19 mil e 500 portugueses. O anúncio foi feito durante a sessão de abertura da formação presencial da iniciativa que chegou esta semana a Lisboa depois de várias edições em Setúbal, Leiria e Aveiro.

A sessão de abertura contou com a presença da Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo e do Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos.

“Estamos muito satisfeitos e, ao mesmo tempo, entusiasmados com a adesão que os portugueses estão a manifestar. Os resultados já ultrapassaram as nossas melhores expectativas. Estamos muito contentes em poder proporcionar este conhecimento crítico na economia cada vez mais digital e esta forte adesão mostra que os portugueses estão atentos e querem tomar a dianteira e aproveitar as oportunidades proporcionadas com a digitalização da economia”, salienta Marcel Leonardi, responsável de políticas públicas da Google Portugal.

De acordo com a Comissão Europeia, vão surgir, nos próximos anos, mais de 820.000 vagas em competências digitais e as empresas com maior probabilidade de sucesso e crescimento serão aquelas que possuam competências digitais. Porém, os mesmos estudos revelam que 90% das empresas europeias não possuem competências digitais apesar de as considerarem um fator de vantagem competitiva. Em Portugal, os indicadores apontam para a necessidade de aumentar a qualificação dos recursos humanos neste domínio, em contextos de cidadania e de empregabilidade.

“Para o Governo é muito importante a aposta em capital humano, dotando os jovens de mais e melhores ferramentas para enfrentarem a competitividade do mercado de trabalho. As competências digitais são uma chave fundamental no currículo profissional hoje em dia e por isso assumimo-nos como parceiro da Google neste projecto. Não existe melhor emprego sem aposta em competências e aprendizagens e não existe maior competitividade da nossa economia sem recursos altamente qualificados”, refere João Vasconcelos, Secretário de Estado da Indústria.e João Vasconcelos, Secretário de Estado da Indústria.

Esta iniciativa gratuita da Google a que se juntaram agora também a Universidade NOVA de Lisboa e a Universidade do Porto destina-se a ajudar a formar jovens portugueses (com ou sem formação académica, empregados ou desempregados) em competências digitais. O objetivo, refere o comunicado, consiste em dotá-los das ferramentas necessárias para aproveitarem as oportunidades da digitalização da economia, com o objetivo de fomentar o empreendedorismo em Portugal.

A formação online gratuita do Atelier Digital está disponível desde Dezembro na plataforma do Atelier Digital e a formação presencial com a duração de três dias já contou, desde Março, com várias edições nas cidades de Setúbal, Leiria e Aveiro.

Na formação online estão disponíveis 23 módulos que cobrem diferentes áreas do marketing digital, como por exemplo, pesquisa, e-mail, redes sociais, redes display, vídeo, e-commerce e web analytics. A formação é baseada em tutoriais em vídeo seguidos de atividades e no final os formandos terão disponível um teste que lhes permitirá obter uma certificação reconhecida pela IAB Europe.

Na formação presencial, com a duração de três dias, o tema central é, também  o marketing digital e mas a mesma inclui formação em otimização para motores de pesquisa (SEO), marketing para motores de pesquisa (SEM), marketing nas redes sociais e mobile, análise de Web e internacionalização, conciliando teoria e prática. No final e após testes com aproveitamento cada formando recebe um certificado.

Através do site do Atelier Digital qualquer interessado pode registar-se e fazer a formação online à medida da sua disponibilidade ou inscrever-se na formação presencial em várias cidades, sendo que ambas são gratuitas. 

É de relembrar que o Atelier Digital conta com o apoio da SIC Esperança, do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, da Universidade NOVA de Lisboa, Universidade do Porto e da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor