Asus anuncia servidores RS720A-E9 e RS700A-E9 com processadores AMD EPYC

CloudServidores

Os novos servidores x86 com processadores AMD EPYC suportam até 32 cores por socket e 64 cores por nó para computação e virtualização de alta performance. O  RS720A-E9 e o RS700A-E9 oferecem escalabilidade e eficiência energética para os mais modernos data centers.

Os novos servidores da Asus trazem os mais recentes processadores da AMD, com até 64 threads por socket, ou seja, 128 threads num único servidor 1U/2U, e um controlador In/Out integrado no que  elimina os pontos de estrangulamento na transferência de dados para oferecer uma latência reduzida e um desempenho muito superior. Segundo a Asus, os 32 slots DIMM oferecem a melhor capacidade e largura de banda da sua classe.

O RS720A-E9 tem sete slots PCIe 3.0 x16 (modo x8). Seis desses slots podem ser emparelhados para permitir três configurações PCIe 3.0 x16. Conta ainda com um slot PCIe 3.0 x16 (x16) de baixo perfil e um slot OCP Mezzanine 2.0 (x16) para placas OCP LAN.

Por sua vez, o RS700A-E9 (na foto) oferece uma expansibilidade muito flexível com um slot PCIe 3.0 x16 (x16), um PCIe 3.0 x16 (x8) de baixo perfil, um slot PCIe 3.0 x8 (x8) de baixo perfil e um slot OCP Mezzanine 2.0 (x16) para placas OCP LAN, que suportam um abrangente conjunto de aplicações de armazenamento e de rede.

Além disso, os novos Asus possuem funcionalidades que simplificam a manutenção e que melhoram a identificação de problemas em tempo real, como a inclusão de dois slots M.2, Q-code visível e o novo Asus Control Center. Esta solução de gestão centralizada tem um abrangente controlo dos cenários tecnológicos e custos operacionais reduzidos. 

Com ASMB9-iKVM integrado, o ASUS RS720A-E9 de o RS700A-E9 permitem também uma gestão remota independente através da Intelligent Platform Management Interface (IPMI).

Os servidores incluem um kit rack rail que não precisa de ferramentas para uma instalação mais simples e utilizam ventoinhas hot-swappable, também sem ferramentas, para uma manutenção simples e rápida. A Asus refere que ambos os modelos oferecem designs de poupança energética que permitem um consumo mais baixo e a redução nos custos operacionais.

“Reconhecemos cedo o enorme potencial de performance e escalabilidade dos EPYC num elevado número de plataformas ASUS, desde utilizações em HPC até virtualização”, refere, em comunicado,  Robert Chin, Diretor da unidade de negócio de servidores ASUS.

“Como parceiro de longa data da tecnologia AMD, estamos muito entusiasmados em criar estes produtos baseados nos EPYC. São produtos que vão transformar a experiência de data center e o TCO dos nossos clientes”, acrescenta o executivo.

Os ASUS RS720A-E9 e o RS700A-E9 já estão disponíveis em Portugal com PVPs recomendado a partir de 1.700 euros.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor