Aptoide recebe novo financiamento de 3,7 milhões de euros

4GAppsMobilidadeSmartphonesSOStartupTablets
0 0 Sem Comentários

A Aptoide assegurou uma ronda de financiamento de Série A de 3,7 milhões de euros, liderada pela e.ventures, seguida da Gobi Partners, Golden Gate Ventures e Portugal Ventures. A empresa portuguesa opera uma das maiores lojas de aplicações móveis do mercado, que permite a programadores, fabricantes e empresas de telecomunicações criarem a sua própria loja Android.

De acordo com a Aptoide, esta ronda de investimento proveniente da Europa, China e Sudeste Asiático servirá para “acelerar o crescimento nos mercados-alvo e construir relações estratégicas com parceiros regionais.” Uma das próximas medidas será a colaboração com fabricantes de dispositivos chineses, para que a incluam como a loja de aplicações para os seus utilizadores finais; haverá também enfoque na América Latina.

A loja tem neste momento meio milhão de aplicações disponíveis, 29 idiomas e 100 milhões de utilizadores anuais. Além da versão principal, há uma destinada a equipamentos de entrada de gama e com ligação à internet mais lenta, Aptoide Lite, e outra para televisões inteligentes e set top boxes Android, Aptoide TV. Em dezembro, atingiu a marca de dois mil milhões de downloads desde 2011, ano em que foi fundada. Uma dimensão que, segundo a empresa, a torna na terceira maior loja de aplicações do mercado, depois da App Store da Apple e da Google Play.

“Ao longo dos últimos anos, a Aptoide conseguiu uma forte retenção de utilizadores. Ao expandir para alguns dos mercados mais importantes do mundo e construir relações estratégicas com os principais parceiros, acreditamos que será capaz de fornecer aplicações de qualidade a cada vez mais utilizadores no mundo”, comenta o fundador e CEO Paulo Trezentos. Além da sede em Lisboa, a startup tem escritórios em Singapura e Shenzhen, China.

Esta é a segunda vez que a Aptoide recebe investimento da Portugal Ventures, depois de uma ronda de um milhão de euros em 2013 no âmbito da iniciativa “Call For Entrepreneurship.” O CEO da sociedade de capital de risco, Marco Fernandes, sublinha que esta nova ronda é “uma prova adicional que os empreendedores e startups nacionais atingiram um patamar de evolução comparável aos melhores.” O responsável elogia o trabalho da equipa de Paulo Trezentos e acrescenta que é importante para a Portugal Ventures “começar a ver os resultados da aposta estratégica, com o investimento em startups tecnológicas promovidas por jovens portugueses.”

Jeffrey Paine, diretor geral da Golden Gate Ventures, acrescenta que em mercados emergentes como o asiático os utilizadores precisam de uma loja de aplicações alternativa, “que lhes permita descobrir e interagir com produtos criados por programadores locais”, ao mesmo tempo que estes ganham um canal direto para chegarem aos consumidores. “Acredito que a equipa vai continuar a batalhar para exceder as expectativas dos utilizadores e chegar mais longe”, sublinha.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor