Apple resolve falha de segurança de iPhone

MobilidadeSmartphones
0 0 Sem Comentários

Apple lançou uma atualização automática para corrigir três falhas de segurança que, até agora, não eram conhecidas.

A Apple lançou uma correção para uma falha de segurança presente nos iPhone e nos iPad. Investigadores descobriram que um dissidente dos Emirados Árabes Unidos estava a ser alvo de hacking através deste método desconhecido.

Este ataque utilizava uma mensagem de texto que convidava o utilizador a visitar um link. Em vez de clicar, Ahmed Mansoor, ativista dos direitos humanos, reenviou a mensagem aos investigadores do Citizen Lab, da Universidade de Toronto.

Este é o primeiro caso de software que pode remotamente tomar conta de um iPhone 6 totalmente atualizado. Os especialistas do Citizen Lab, em conjunto com a empresa de segurança Lookout, descobriram que se o programa tivesse sido instalado iria tirar vantagem de três falhas de segurança que tanto a Apple como outras empresas ainda não tinham descoberto.

“Depois de infetado, o iPhone de Mansoor tornou-se um espião digital no seu bolso, capaz de utilizar a câmara e microfone do iPhone para (…) gravar chamadas do WhatsApp e Viber, ver mensagens enviadas em aplicações de mensagens e seguir os seus movimentos”, escreve a Citizen Lab, em comunicado.

Os investigadores afirmam que alertaram a Apple há cerca de semana e meia e que a empresa desenvolveu uma correção e a distribuiu como atualização automática para os iPhone 6. Um porta-voz da Apple confirmou que a empresa lançou a dita correção depois de ter sido contactada pelos investigadores.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor