Apple quer permitir transações de criptomoedas nas suas apps

Negócios

A Apple anunciou que vai passar a permitir que os programadores de software integrem nas suas aplicações funcionalidades de transação de dinheiro virtual, lajeando assim o caminho para que novas unidades de monetárias digitais comecem a mover-se por entre as apps da tecnológica. A empresa liderada por Tim Cook possibilitará que naveguem critpomoedas entre as

A Apple anunciou que vai passar a permitir que os programadores de software integrem nas suas aplicações funcionalidades de transação de dinheiro virtual, lajeando assim o caminho para que novas unidades de monetárias digitais comecem a mover-se por entre as apps da tecnológica.

app

A empresa liderada por Tim Cook possibilitará que naveguem critpomoedas entre as suas aplicações , mas apenas se forem aprovadas pela empresa, ou seja, somente se estiverem em conformidade com as leis estatais e federais dos estados onde as apps em causa operam. No entanto, a Apple não especificou que unidades monetérias seriam essas.

As unidades monetárias virtuais não são suportadas por nenhum governo nem por nenhuma entidade bancária, e todos os processos de compra e de venda das mesmas tomam lugar numa rede de peer-to-peer independente de qualquer controlo centralizado.

São múltiplas as autoridades reguladoras norte-americanas que estão a exigir um reforço das legislações sobre as polémicas “moedas digitais”, e têm, ao longo dos últimos meses, advertido os investidores para os riscos inerentes às unidades monetárias virtuais, aconselhando-os a seriamente ponderarem todas as variáveis antes de embarcarem neste novo género de transações.

Como exemplo desta inconstante tendência, a operadora de televisão por satélite Dish Network afirmou na semana passada que começaria a aceitar pagamentos de clientes em bitcoins a partir do terceiro trimestre, juntando-se a empresas como a Overstock.com e a Zyng que haviam já conquistado um lugar neste setor.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor