Apple Pay com problemas em internacionalizar-se

Negócios

A Apple pode estar a ter algumas dificuldades em internacionalizar o seu serviço de pagamentos através do iPhone. Os analistas dizem que as particularidades de cada mercado, nomeadamente em termos de regulamentação, podem ser pedras no caminho da expansão do Apple Pay. Apesar de se movimentar sem muitos contratempos na esfera da eletrónica de consumo,

A Apple pode estar a ter algumas dificuldades em internacionalizar o seu serviço de pagamentos através do iPhone. Os analistas dizem que as particularidades de cada mercado, nomeadamente em termos de regulamentação, podem ser pedras no caminho da expansão do Apple Pay.

apple pay

Apesar de se movimentar sem muitos contratempos na esfera da eletrónica de consumo, a Apple está a aperceber-se que a disseminação do Apple Pay a uma escala internacional pode ser uma tarefa que não prima pela facilidade, visto que não existe um padrão de sistemas ou de normas que seja transversal a todos os países.

Citado pela Reuters, Andrew Humphrey, da Morgan Stanley, disse que “cada mercado tem diferentes players locais, diferentes parcerias, diferentes padrões locais, diferentes economias, diferentes níveis de cooperação”, razões pelas quais o Apple Pay está a ter dificuldades em sair da pista de descolagem internacional.

O sistema de pagamentos mobile conta com uma base de potenciais utilizadores bastante grande. Já são 800 milhões os utilizadores da marca da maçã mordida que integraram os seus cartões de crédito ou de débito nas contas de iTunes.

Diz a agência noticiosa que alguns analistas e gestores acreditam que a Apple precisa de adotar uma estratégia de conquista cautelosa, e personalizada, de mercados de pagamentos móveis, e não procurar integrar o Apple Pay em setores distintos de uma única assentada.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor