Apple e Google investem em assistentes pessoais

EmpresasNegócios

A Google e a Apple estão preparadas para investir milhões no que parece ser a próxima grande corrida no mercado mobile: os assistentes pessoais ativados por comandos de voz. Uma pesquisa realizada diz que apenas 15 por cento dos utilizadores do iOS 7 já usaram o Siri. Sobre o Google Now não há números mas

A Google e a Apple estão preparadas para investir milhões no que parece ser a próxima grande corrida no mercado mobile: os assistentes pessoais ativados por comandos de voz.

googleUma pesquisa realizada diz que apenas 15 por cento dos utilizadores do iOS 7 já usaram o Siri. Sobre o Google Now não há números mas está longe de ser perfeito para os utilizadores do Android.

O Google Now e a Siri não são, certamente, tudo o que os seus criadores esperavam. No entanto, as duas empresas americanas esperam que estes softwares melhorem. A Apple comprou a Topsy, uma empresa de monitorização, pesquisa e análise, supostamente para incrementar os resultados de busca.

“O motivo pela qual nos sentimos bem em relação à competição é porque o que vemos e tudo que construímos é criado em cima da fundação central dos rankings de pesquisa na web”, explica o diretor de engenharia da Google, Scott Huffman, que aponta, ainda, a “corrida” da Google estar mais ligada ao talento e engenharia do que encontrar uma startup com uma “ideia mágica”.

A Google parece disposto a transformar o Now num produto sem concorrência no mercado, principalmente apoiando-se na sua vantagem no mercado e buscas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor