Apple compromete-se a contribuir com 350 mil milhões para os EUA

EmpresasNegócios

A Apple anunciou que vai contribuir com um total de 350 mil milhões de dólares para a economia norte-americana nos próximos cinco anos. Esta contribuição vai ser o resultado tanto de novos investimento como do maior gasto com empresas domésticas.

A Apple anunciou que vai contribuir com um total de 350 mil milhões de dólares para a economia norte-americana nos próximos cinco anos. Esta contribuição vai ser o resultado tanto de novos investimento como do maior gasto com empresas domésticas.

Segundo o comunicado da empresa, os investimentos vão se concentrar em três áreas: na contratação direta pela Apple, investimento nos fornecedores norte-americanos da empresa e na economia digital da App Store, a loja de aplicações da empresa de Cupertino.

Isto significa que, naturalmente, a Apple não vai injetar 350 mil milhões de dólares diretamente na economia norte-americana. No entanto, a empresa não explicou como chegou ao cálculo, uma vez que parte do dinheiro faz parte das contas normais da Apple.

Segundo o comunicado, apenas 75 mil milhões dizem respeito a novos investimentos e à repatriação do pagamento de impostos, o que significa que o restante valor pode ser, simplesmente, o efeito de uma empresa com a dimensão da Apple na economia norte-americana.

Tim Cook, CEO da Apple, afirma que a empresa “acredita profundamente no poder da criatividade americana, e vamos focar os nossos investimentos em áreas onde podemos ter um impacto direto na criação de empregos. Temos um profundo sentido de responsabilidade de dar de volta ao país e às pessoas que tornaram possível o nosso sucesso”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor