Apple anuncia lucros com pulseiras para Apple Watch

InovaçãoWearable

O Apple Watch parece ser uma fonte de rendimento não só pelo aparelho em si mas pelas pulseiras, diz a empresa norte-americana. Segundo a corporação, quase 20% dos compradores estão a comprar pulseiras de reserva, dando à gigante de tecnologia uma lucrativa segunda incursão no bolso dos consumidores, segundo dados fornecidos em exclusividade à Reuters.

Segundo dados da Slice Intelligence, há uma perspectiva de potencial de lucro do primeiro produto totalmente novo da Apple sob a regência de Tim Cook, o presidente-executivo.

A companhia ainda não divulgou quantas unidades do relógio foram vendidas, nem quão lucrativo é o produto. A Slice estima que a companhia vendeu 2,79 milhões de dispositivos até a metade de junho.

No entanto, se as compras de pulseiras servem de qualquer indício, as vendas do relógio em si são apenas o começo dos lucros da Apple, enfatiza a agência Reuters.

Apesar da pulseira desportiva mais barata ser vendida por 49 dólares, ela custa apenas 2,05 dólares para ser fabricada, segundo análise da IHS, empresa de pesquisa em tecnologia.

As estimativas não incluem despesas como embalagens e frete e podem não capturar o custo total do material que a Apple usa para fabricar a pulseira, disse o analista da IHS Kevin Keller.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor