Ano Software aumenta portefólio a pensar na internacionalização

ERP-SuitesNegóciosOpen-SourceSoftware

A Ano Software, empresa portuguesa com mais de 20 anos de experiência, vai lançar este ano um novo ERP com vista a aumentar o seu leque de produtos e a pensar na expansão do seu negócio para os mercados internacionais.

Num almoço com a imprensa, Manuel Amorim, CEO da Ano Software, falou das 9 áreas de atuação da empresa: a gestão documental, o governo eletrónico, o eProcurement, contraordenações e multas de trânsito, a gestão e faturação para utilities, a monitorização do território, a transcrição de voz para texto, o BPO- Outsourcing e o novíssimo ERP que será disponibilizado em junho.

O novo produto da software house pretende ser diferenciador dado que é uma solução open source, de fácil integração e bastante flexível. Por outro lado, o preço e os tempos de implementação pretendem ser também trunfos na hora de atrair novos clientes.

Em 2016, o novo ERP estará apenas disponível para o setor público onde a tecnológica portuguesa tem os seus maiores clientes mas em 2017, a oferta será também para o setor privado. O timing do lançamento está intimamente relacionado com o novo sistema de contabilidade para a administração pública, o SNC-AP, que entrará em vigor no dia 1 de janeiro de 2017. Para já existem 6 organizações piloto mas após o lançamento oficial do produto e até ao final do ano, a empresa espera captar mais entidades.

Conforme indicou Manuel Amorim, a estratégia da Ano é global, “quer a nível de produtos, quer a nível mundial”. A internacionalização é uma das apostas fortes para o futuro sendo que, neste momento, o mercado internacional representa 20% da faturação total que chegou, em 2015, aos 2,9 milhões de euros. A empresa contratou uma consultora para dar esse importante passo e selecionar em que países vai investir mas é garantido que, para além dos negócios que já possui no Brasil, na América Latina e nos PALOPs, vai haver expansão para Espanha.