Ano Novo, Preços Novos para as apps da Apple

AppsMobilidadeNegóciosSoftware

A Apple revelou que os utilizadores de iPhone e iPad gastaram um total de 500 milhões de dólares em aplicações da sua App Store durante a primeira semana de janeiro, com o Dia de Ano Novo a registar valores recorde. No entanto, a Apple deverá aumentar os preços das suas apps ainda esta semana. Em

A Apple revelou que os utilizadores de iPhone e iPad gastaram um total de 500 milhões de dólares em aplicações da sua App Store durante a primeira semana de janeiro, com o Dia de Ano Novo a registar valores recorde. No entanto, a Apple deverá aumentar os preços das suas apps ainda esta semana.

apple-app-store

Em 2014, afirmou a Apple, os developers de aplicações embolsaram um total de dez mil milhões de dólares em receitas, ao passo que os gastos dos utilizadores em apps aumentaram 50 por cento face a 2013. Desde que foi lançada no mercado em 2008, com somente 500 aplicações, a App Store valeu já aos developers cerca de 25 mil milhões de dólares.

Oferecendo hoje mais de um milhão de aplicações, das quais 725 mil podem também ser operadas no seu tablet, a Apple tem incentivado a criação de apps para iOS, disponibilizando aos developers ferramentas como o HealthKit e o HomeKit, que, respetivamente, possibilitam a conceção de aplicações de fitness e para casas inteligentes.

De acordo com informação avançada pelo The Guardian, os preços das apps da Apple deverão, ainda hoje, aumentar por toda a Europa e no Canadá. A empresa justificou a inflação com ajustes no valor do IVA e nas taxas de conversão monetária.

Contudo, os preços das apps da Apple na Islândia deverão diminuir. Na Rússia os valores sofrerão também alterações, embora não tenham sido avançados pormenores.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor