Amdocs lança plataforma de inteligência artificial para telecom

EmpresasInovaçãoNegóciosOperadoresRedes
0 0 Sem Comentários

A Amdocs, fornecedora de softwares e serviços para empresas de comunicação e media,apresentou a sua plataforma de inteligência artificial para negócios de comunicação.

Denominada aia, esta é uma plataforma de inteligência digital específica para o setor de telecomunicações que implementa a lógica de negócios para automatizar e modernizar os negócios de uma operadora, permitindo uma “telecom auto conduzida”: um negócio que consiga auto adaptar-se e usar dados em tempo real para alimentar processos e agir. A plataforma combina a experiência da Amdocs em gestão de processos de negócios com inteligência artificial e capacidades de machine learning de parceiros globais, incluindo serviços de computação cognitiva da plataforma IBM Watson.

“Imaginem um mundo em que as empresas consigam compreender intuitivamente as necessidades dos seus clientes e se adaptem automaticamente para atendê-las; um mundo onde as operadoras abracem a aprendizagem cognitiva dentro das suas estratégias operacionais, aumentando a experiência do cliente, gerindo dinamicamente o catálogo de produtos e otimizando redes cada vez mais complexas”, disse Gary Miles, diretor de marketing da Amdocs. “A aia trará esse mundo para a realidade”.

A Amdocs está a permitir que dados de alta qualidade estejam acessíveis em tempo real, sendo depois usados pela aia para fazer previsões, automatizar decisões e gerir conversas com os clientes. A aia adapta-se às dinâmicas em mudança e trabalha através de todo o portfólio amplo da Amdocs, tendo a capacidade de melhorar mais de 50 processos de negócios operacionais.

“O machine learning e a inteligência artificial estão a tornar-se os elementos cada vez mais importantes para a estratégia de big data de qualquer operadora e, com seu modelo de dados compatível com o TM-Forum, a Amdocs está em uma posição única que permite integração de dados inteligentes em um ecossistema baseado em Hadoop,” comentou Tom Reilly, CEO da Cloudera, uma especialista em plataformas de gestão de dados para machine learning e análises avançadas. “Este ambiente de dados em tempo real permite que eles acelerem e impulsionem os seus programas de inteligência digital específicos para o setor garantindo melhoras consideráveis nas suas previsões como churn do cliente, falhas de rede e até mesmo detecção de anomalias de segurança cibernética”, complementou.

Gary Miles acrescenta que a relevância da inteligência artificial para as operadoras é muito real. “A questão é quão rapidamente elas podem ou conseguem agir sobre isso. Injetando inteligência no nosso portfólio, a aia lhes dá uma maneira pragmática e direta de abraçar a inteligência artificial nos seus negócios.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor