AMD reforma data centers

EmpresasNegócios

A AMD dá início a uma estratégia de consolidação dos seus data centers, aglomerando todos os seus 18 centros em somente dois. Todas as instalações da empresa nos Estados Unidos serão encerradas e as operações passarão a ter lugar na Geórgia. Os executivos da AMD Jake Dominguez e Andy Bynum estão a conduzir um projeto

A AMD dá início a uma estratégia de consolidação dos seus data centers, aglomerando todos os seus 18 centros em somente dois. Todas as instalações da empresa nos Estados Unidos serão encerradas e as operações passarão a ter lugar na Geórgia.

data_center01

Os executivos da AMD Jake Dominguez e Andy Bynum estão a conduzir um projeto de consolidação dos data centers da AMD. Esta reorganização é parte de um esforço de grande escala da empresa norte-americana que visa concentrar todos os seus 18 data centers em apenas dois, um em Atlanta e outro na Malásia.

Dominguez, vice-presidente e CIO da AMD, Bynum, vice-presidente de global infrastructure e operações, e Margaret Lewis, diretora do planeamento de serviços de software da AMD, levaram um grupo de jornalistas a conhecer as novas instalações na Geórgia, mostrando o edifício e revelando os benefícios da consolidação dos data centers.

A AMD está a ser alvo de um profunda transformação, numa altura em que a fabricante de chips está a migrar para um mercado que está rapidamente a ser reformado pelas crescentes tendências de mobilidade, de cloud, de Big Data e de hyperscale computing.

De acordo com Domimguez, a AMD está a procurar investir na eficiência das suas operações internas. Para tal, a empresa intenta reduzir o número de aplicações que opera e reestruturar os processos de aprovação e de gestão de projetos internos de TI.

A AMD quer reduzir custos, aprimorar a eficiência e aumentar a produtividade.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor