AMD apresentará novo chip com tecnologia ARM

EmpresasNegócios

A AMD apresenta um novo microprocessador que integra tecnologia da multinacional britânica de semicondutores ARM, numa altura em que batalha afincadamente para reconquistar as vendas perdidas no rentável mercado dos processadores para servidores. O novo componente eletrónico tem como principal intento a reanimação das vendas de chips sobre os quais operam as poderosas unidades computacionais

A AMD apresenta um novo microprocessador que integra tecnologia da multinacional britânica de semicondutores ARM, numa altura em que batalha afincadamente para reconquistar as vendas perdidas no rentável mercado dos processadores para servidores.

amd

O novo componente eletrónico tem como principal intento a reanimação das vendas de chips sobre os quais operam as poderosas unidades computacionais de armazenamento e difusão de dados chamadas servidores.

A Advanced Micro Devices, comummente conhecida como AMD, viu a sua quota de mercado cair para três por cento, dos dez por cento registados em 2009. Por outro lado, a sua maior e implacável rival Intel conseguiu catapultar a sua quota para os 97 por cento, refletindo uma clara e inegável dominância do setor.

Os sistemas que integram o mais recente processador começarão a ser comercializados mais adiantes neste ano, a partir dos parceiros da AMD fabricantes de computadores.

Sendo a única outra manufatora de processadores que utilizem o padrão x86 da Intel, a AMd está a operar modificações em alguns dos seus produtos, de forma a incorporarem tecnologia ARM, acreditando que esta, que domina as esferas de smartphones e de tablets, consiga conquistar uma sólida posição no mercado dos servidores.

A AMD tem como presas os equipamentos utilizados por empresas como o Facebook e a Google para desempenhar simples funções, como efetuar o log in dos utilizadores nas suas contas.

“Pelos nossos consumidores, estamos a tentar criar algo que não encontrem em mais lado nenhum”, afirmou a vice-presidente da AMD, Lisa Su. “Estamos a preparar-nos para o futuro. Levará o seu tempo”.

A Advanced Micro Devices tem, com efeito, de trazer ao mercado algo de inédito que semeie a inovação e sirva de motor do crescimento da indústria. De outro modo, a AMD continuará indefinidamente na sombra da olímpica concorrente Intel e deixar-se-á afundar num mercado que, se for bem aproveitado, poderá ser a “galinha dos ovos de ouro” da empresa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor