Amazon pagou 90 milhões por tecnologia de fabricante de câmaras

EmpresasFinançasNegócios

A Amazon terá pago cerca de 90 milhões de dólares para adquirir a Blink, uma empresa que cria câmaras de segurança. O negócio terá sido feito no final de 2017.

A Amazon terá pago cerca de 90 milhões de dólares para adquirir a Blink, uma empresa que cria câmaras de segurança. O negócio terá sido feito no final de 2017.

O negócio, até agora desconhecido, enfatiza que a Amazon pretende mais do que apenas vender uma câmara popular, como os analistas pensavam. Segundo a Reuters, a retalhista está a explorar os chips exclusivos da Blink que deverá permitir reduzir os custos de produção e prolongar a vida útil da bateria de outros aparelhos, a começar pela Cloud Cam da Amazon, e potencialmente estender-se às colunas de som Echo.

A Amazon recusou-se a comentar os termos do negócio, assim como a estratégia da empresa com esta aquisição.

O negócio não levantou uma grande atenção. A Blink anunciou a aquisição numa publicação no seu blog a 21 de dezembro. Os analistas pensavam que a Blink faria parte da estratégia da Amazon Key, um novo programa onde os clientes podem preparar uma câmara de segurança para que quem entrega as encomendas possa entrar em sua casa e deixar a encomenda.

A câmara de segurança da Blink chegou aos mercados em 2016 e, ao contrário dos seus concorrentes, não precisa de um cabo de alimentação. Para além disso, o preço é ligeiramente abaixo da concorrência, fixando-se nos 99 dólares. Em comparação, a Cloud Cam da Amazon foi lançada com um preço de 119,99 dólares, com outros concorrentes a custar ainda mais.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor