Altran investe 12 milhões de euros em Portugal

EmpregoGestãoInovação

A Altran, consultora global em inovação e engenharia de alta tecnologia, anunciou, na passada quinta-feira, o investimento de 12 milhões de euros no seu Centro de Serviços Global do Fundão. O acordo de investimento foi assinado com o Governo, na presença do Primeiro-ministro, António Costa, e vai originar a criação de 200 postos de trabalho.

Aquando da assinatura do acordo, realizado através da AICEP,  Cyril Roger, Senior Executive Vice-President for Europe da Altran, afirmou que “o Grupo Altran prova, uma vez mais, como Portugal é um país estratégico para o Grupo, através deste investimento de 12 milhões de euros no distrito de Castelo Branco. Entendemos a importância do investimento direto para a alavancagem da economia do país, e em particular da região interior. Como uma empresa global, queremos propor aos nossos clientes internacionais o melhor em termos de qualidade e competitividade que existe em Portugal”.

De acordo com a empresa, o investimento vai permitir o desenvolvimento de soluções integradas na oferta global de ‘Intelligent Systems’, nos domínios de Critical Systems e Real Time Applications, Machine Driven Big Data e Connectivity  e vai aumentar a sua força de trabalho no Global Delivery Centre para 600 colaboradores.

Implementado na cidade do Fundão desde 2013, o Global Delivery Centre ou Centro de Serviços Global é um núcleo de inovação tecnológica com soluções desenvolvidas por engenheiros portugueses.

“Temos um plano de expansão da nossa plataforma Globalshore no Fundão, bem como da nossa equipa de engenheiros para mais 200 profissionais, nos próximos três anos. Acreditamos que o vamos conseguir, senão superar. O Centro de inovação no Fundão é um pólo de produção especializado e um valioso pilar da estratégia de globalização que o Grupo Altran está a desenvolver. Esperamos assistir a um crescimento acelerado, bem como a um aumento de clientes internacionais. Para tal, continuamos a crescer, a inovar e a diversificar as nossas áreas de atividade”, sublinhou ainda Célia Reis, CEO da Altran Portugal.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor