Alibaba quer deitar a mão ao setor dos carros conectados

Mobilidade

A Alibaba vai investir na área dos carros conectados. Num empreendimento conjunto com a SAIC Motor, a gigante chinesa do e-commerce vai desembolsar cerca de 160 milhões de dólares num fundo que visa desenvolver automóveis com ligação à Internet. O mercado chinês dos carros conectados poderá estar prestes a ser impulsionado. A aliança entre a

A Alibaba vai investir na área dos carros conectados. Num empreendimento conjunto com a SAIC Motor, a gigante chinesa do e-commerce vai desembolsar cerca de 160 milhões de dólares num fundo que visa desenvolver automóveis com ligação à Internet.

jack ma alibaba

O mercado chinês dos carros conectados poderá estar prestes a ser impulsionado. A aliança entre a Alibaba, que domina o setor do comércio eletrónico na China, e a SAIC Motor, a maior fabricante automóvel do país, pretende criar um fundo que alimente o desenvolvimento de carros que tenham a capacidade para se ligarem à Grande Rede.

O fruto desta joint venture deverá ver a luz do dia já no próximo ano, de acordo com informações avançadas pela Reuters e pela Bloomberg. Consta que esta aliança será, em tempos vindouros, estendida a outras empresas que queiram apostar neste mercado emergente.

A este novo carro será potenciado pelos programas de computação cloud da Alibaba. Ademais, a empresa deverá ainda disponibilizar sistemas de entretenimento digital, de mapeamento e navegação.

Esta semana foi revelado, pelo seu próprio CEO, que a Baidu, dona do maior motor de busca da China, está de olhos postos no universo dos connected cars, e, parece, que está já em negociações com algumas fabricantes automóveis.

O governo chinês tem incitado à união de tecnológicas e de empresas automobilísticas para motorizarem a inovação e desenvolverem os carros do futuro, que, na visão da SAIC, terão de ter capacidade para mergulhar na dimensão online.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor