Alibaba não contrata mais pessoal até ao fim de 2015

Negócios

Jack Ma, o excêntrico diretor executivo da Alibaba, anunciou que não serão contratados novos funcionários até ao fim do ano, dizendo que a empresa cresceu “demasiado depressa”. Dirigindo-se às suas equipas, o CEO da gigante do comércio eletrónico chinês disse que até ao termo de 2015 não serão contratados mais funcionários. Contudo, os que forem

Jack Ma, o excêntrico diretor executivo da Alibaba, anunciou que não serão contratados novos funcionários até ao fim do ano, dizendo que a empresa cresceu “demasiado depressa”.

alibaba

Dirigindo-se às suas equipas, o CEO da gigante do comércio eletrónico chinês disse que até ao termo de 2015 não serão contratados mais funcionários. Contudo, os que forem abandonando a empresa serão substituídos.

A Alibaba saiu de 2014 com uma equipa de 34,081 mil membros, representando um aumento de 63 por cento face a 2013. Este exponencial crescimento de pessoal levou agora Ma a suspender os processos de contratação.

O CEO afirmou, segundo a Reuters, que a Alibaba iria alicerçar o seu negócio em comércio eletrónico, em computação cloud e Big Data, na venda de espaço publicitário online, em negócios transfronteiriços, na sua subsidiária financeira Ant Financial e na sua unidade de logística Cainiao.

Conta o La Vanguardia que Ma acredita que 30 mil trabalhadores são suficientes para que a Alibaba atinja os objetivos pretendidos. O executivo disse ainda, segundo a publicação espanhola, que a empresa iria apostar no reforço da formação das suas equipas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor