Alibaba lança rival do Netflix no próximo trimestre

Negócios

A Alibaba vai lançar o seu próprio serviço de streaming de vídeo na China dentro de dois meses. Com esta manobra, a gigante tecnológica quer conquistar a liderança do setor antes que o rival Netflix consiga plantar o seu estandarte no maior mercado mobile do mundo.   O diretor do braço de entretenimento digital da

A Alibaba vai lançar o seu próprio serviço de streaming de vídeo na China dentro de dois meses. Com esta manobra, a gigante tecnológica quer conquistar a liderança do setor antes que o rival Netflix consiga plantar o seu estandarte no maior mercado mobile do mundo.

Alibaba

 

O diretor do braço de entretenimento digital da Alibaba, Patrick Liu, revelou que o serviço chamar-se-á Tmall Box Office, ou simplesmente TBO, e que oferecerá conteúdos produzidos na China, bem como fora das fronteiras do país. Alguns conteúdos, segundo consta, serão também desenvolvidos pelo próprio TBO, que atuará como uma espécie de estúdio cinematográfico.

O Netflix, que conta com programas e filmes originais produzidos in-house no seu portfólio de conteúdos, está a negociar com empresas chinesas para poder estender as suas operações À segunda maior economia mundial e ao maior mercado de smartphones. Em maio, a B!T noticiou que um dos possíveis aliados do Netflix na China seria a Wasu Media, uma fornecedora chinesa de serviços televisivos que conta com o fundador da Alibaba, Jack Ma, como acionista.

Parece, então, que para além de defrontar concorrentes locais, como o iQiyi e a Youku Tudou, o TBO terá também de esgrimir com rivais estrangeiros, designadamente com o Netflix. Citado pela Reuters, Liu afirma que a Alibaba quer ser uma HBO chinesa, e pretende que o TBO adquira na China uma posição de destaque semelhante à que o Netflix tem nos Estados Unidos.

O responsável disse ainda que 90 por cento dos conteúdos do TBO serão pagos, através de um plano de subscrição mensal ou de um modelo de pagamento por programa.

Com o surgimento do serviço da Alibaba, o Netflix poderá ver dificultada a sua viagem até à China, tendo em consideração que o país tende a priorizar as empresas locais em detrimento das forasteiras, principalmente as originárias dos Estados Unidos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor