Alibaba bate expectativas

e-Commercee-MarketingEmpresasNegócios

A maior empresa de e-commerce da China, a Alibaba, apresentou os seus resultados trimestrais. O destaque vai para as receitas que subiram 56%, batendo as expectativas dos investidores.

A maior empresa de e-commerce da China, a Alibaba, apresentou esta quinta-feira os seus resultados trimestrais. O destaque vai para as receitas que subiram 56%, batendo as expectativas dos investidores.

O grupo chinês anunciou também que vai ficar com 33% da Ant Financial, um afiliado de pagamentos que foi avaliada em 60 mil milhões de dólares em 2016. O analista Li Chengdong explicou à Reuters que “não é segredo, todos sabem que a Ant Financial vai fazer uma IPO, e [comprar a percentagem] é algo que tinham de fazer antes de [a IPO] acontecer”.

O forte crescimento e a decisão de estar mais presente na Ant, que opera o sistema de pagamentos Alipay, chega quando a Alibaba procura defender os rivais do seu negócio principal, o e-commerce.

Apesar de os analistas esperarem que o negócio de e-commerce pese cada vez mais no crescimento da Alibaba, a empresa chinesa tem desafiado as expectativas. As receitas entre outubro e dezembro de 2017 subiram para 83,03 mil milhões de yuans, um valor a rondar os 10,55 mil milhões de euros, dos 53,2 mil milhões de yuans (cerca de 6,75 mil milhões de euros) registados em 2016. Os analistas esperavam uma receita a rondar os 79,8 mil milhões de yuans, cerca de 10,14 mil milhões de euros.

A Alibaba também aumentou a sua previsão de receitas para 2018. Agora, a empresa chinesa acredita que as receitas vão crescer 56%.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor