Alcatel-Lucent pode voltar ao CAC40

EmpresasNegócios

A Alcatel-Lucent pode voltar a juntar-se ao índice francês CAC40 no próximo mês com as ações do fabricante de equipamento de telecomunicações a atingir o máximo de dois anos. Se reentrar no CAC40, a empresa pode beneficiar da procura do de cerca de 255 milhões de euros, ou 81 milhões de ações, equivalente a dois

A Alcatel-Lucent pode voltar a juntar-se ao índice francês CAC40 no próximo mês com as ações do fabricante de equipamento de telecomunicações a atingir o máximo de dois anos.

CAC40Se reentrar no CAC40, a empresa pode beneficiar da procura do de cerca de 255 milhões de euros, ou 81 milhões de ações, equivalente a dois dias médios de volume.

A Alcatel foi um dos membros fundadores do índice em questão e foi expulso há um ano. Esta entrada deverá repor a STMicroelectronics, que as ações desceram 24 por cento nos últimos seis meses.

A Alcatel-Lucent fabrica equipamento para grupos como a AT&T e a Orange, tem estado numa espiral recessiva, batalhando contra a competição mais barata de rivais chineses. Em outubro de 2012, as ações da empresa desceram ao recorde de 0,67 euros.

Com a cehgada de um novo CEO e um plano para dar a volta agressivo, onde se inclui o corte de dez mil postos de trabalho e uma poupança de custos de mil milhões de euros, assim como a venda de bens no mesmo valor, espera-se que a empresa consiga dar a volta. As ações triplicaram desde o início de maio. Frédéric Rozier, advisor na Meeschaert Gestion Privée, afirmou que “reentrar no CAC vai dar visibilidade ao grupo e dar um novo acreditar à estratégia da empresa”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor