Alcatel-Lucent prepara IPO para unidade de cabos submarinos

Negócios

A Alcatel-Lucent está a planear vender parte da sua unidade de cabos submarinos mediante uma oferta pública inicial, parte de uma estratégia de recuperação da operadora liderada pelo CEO Michel Combes. A IPO, que deverá ser apresentada no primeiro semestre de 2015, possibilitará que a empresa adquira os meios necessários para poder conquistar novas aquisições

A Alcatel-Lucent está a planear vender parte da sua unidade de cabos submarinos mediante uma oferta pública inicial, parte de uma estratégia de recuperação da operadora liderada pelo CEO Michel Combes.

alcatel lucent

A IPO, que deverá ser apresentada no primeiro semestre de 2015, possibilitará que a empresa adquira os meios necessários para poder conquistar novas aquisições  e expandir-se a outras indústrias, para além da esfera das telecomunicações.

As vendas para o segundo trimestre caíram cerca de cinco por cento, algo que não surpreendeu os analistas.

Combes, que tem estado a tentar reavivar o crescimento da operadora depois da fusão da Alcatel com a Lucent em 2006 que levou a vários anos de quebras nos lucros, tem vindo a dispensar funcionários e a vender ativos para colmatar os golpes que tem sofrido por parte de rivais como a Ericsson e a Huawei, duas das suas mais ferozes concorrentes diretas.

Em 2013, a parisiense Alcatel-Lucent esteve embrenhada na procura por um comprador para toda a sua unidade submarina, que a Kepler Capital Markets avaliou em 800 milhões de euros.

O diretor executivo francês avançou que este é o quarto trimestre consecutivo em que a empresa de telecom apresenta um desempenho consistente, que possibilitou a conclusão de um dos primeiros estágios do plano de recuperação do CEO.

As ações da Alcatel-Lucent caíram 9,4 por cento, numa altura em que a Ericsson e a Nokia projetam uma recuperação da procura, depois de terem ultrapassado as estimativas dos analistas no segundo trimestre.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor