Alcatel e Fujitsu juntam-se à AT&T para arquitetura de rede cloud

CloudNegócios

A Alcatel-Lucent e o ramo de comunicação em rede da Fujitsu juntaram-se ao programa User-Defined Network Cloud da AT&T, a tentativa da empresa para “rearquitetar” a sua rede core para a tornar elástica, escalável e capaz de aguentar volumes massivos de tráfego baseado em IP. No ínicio do ano, a AT&T anunciou que iria abraçar software defined networking (SDN) e network function virtualisation (NFV) na sua rede core por causa

A Alcatel-Lucent e o ramo de comunicação em rede da Fujitsu juntaram-se ao programa User-Defined Network Cloud da AT&T, a tentativa da empresa para “rearquitetar” a sua rede core para a tornar elástica, escalável e capaz de aguentar volumes massivos de tráfego baseado em IP.

at&tNo ínicio do ano, a AT&T anunciou que iria abraçar software defined networking (SDN) e network function virtualisation (NFV) na sua rede core por causa das mudanças que previu em como os clientes iriam usar a rede.

Agora, a Alcatel-Lucent e a Fujitsu vão juntar-se ao esforço da AT&T para formar uma plataforma Domain 2.0. “As equipas de arquitetura e distribuição estão a finalizar a introdução planeada da sua nova arquitetura, que esperamos lançar no final deste ano e início de 2015”, disse Tim Harden, presidente da AT&T Supply Chain. “Estamos ansiosos por colaborar com a Fujitsu e com a Alcatel-Lucent para atingir a nossa próxima geração de rede”.

A plataforma Domain 2.0 é uma resposta direta tanto ao crescimento atual como previsto a nível de serviços cloud entre os clientes da AT&T. As redes legacy simplesmente não são dinâmicas, fléxiveis e escaláveis o suficiente para acompanhar o crescimento de tráfego baseado em IP.

A AT&T afirmou que alguns benefícios associados com a rede inclui uma melhor utilização de ativos físicos, mais flexibilidade com os clientes, melhor acesso a uma maior variedade de fornecedores e tecnologias open source.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor