Airtel culpa altos preços de aparelhos 4G pelo atraso de LTE

4GMobilidadeNegócios

O diretor executivo da Bharti Airtel, Gopal Vittal, sublinhou o alto preço de dispositivos 4G como um dos principais impedimentos à implementação de LTE na Índia. Na cimeira de Global TD-LTE Iniciative de terça-feira, Vittal disse que até se registar uma descida dos preços para menos de cem dólares, o LTE não terá visibilidade. O

cintillo-mwc2014

O diretor executivo da Bharti Airtel, Gopal Vittal, sublinhou o alto preço de dispositivos 4G como um dos principais impedimentos à implementação de LTE na Índia.

airtel

Na cimeira de Global TD-LTE Iniciative de terça-feira, Vittal disse que até se registar uma descida dos preços para menos de cem dólares, o LTE não terá visibilidade.

O CEO declarou que a empresa vê no LTE uma excelente oportunidade mas que a sua total implementação está ainda longe.

Vittal aponta ainda outras condicionantes infraestruturais que atrasam o progresso de 4G. “O espectro que temos, disponibilizado a todas as operadoras, é cerca de 40 por cento da média global”, disse. “O que vem piorar a situação é que oito dos nove operadores partilham-na, o que gera licenças de espectro extremamente fragmentadas”.

Constitui outro grande problema o facto de apenas cinco a dez por cento de base stations difundidas pela Índia operarem em fibra.

O diretor executivo da Airtel disse que apesar de a Índia ter 900 milhões de utilizadores de mobile, somente 130 milhões têm acesso à Internet via dispositivo móvel, e destes apenas 67 milhões são smartphones.

Gopal Vittal declara que a grande maioria dos utilizadores de dispositivos móveis da Índia ainda operam em 2G.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor