Active Space fornece sistemas para helicópteros Agusta Westland

EmpresasInovaçãoNegócios
0 0 Sem Comentários

A empresa portuguesa Active Space Technologies desenvolveu um sistema “gurney flap” para futuros helicópteros da Agusta Westland.

Um “gurney flap”, explica a Active Space,  é uma superfície que se projeta perpendicularmente à asa, alterando a sua configuração aerodinâmica. A sua influência depende da frequência de atuação e do comprimento daquela projeção.

A empresa de Coimbra explica que a indústria de aeronaves tem investido em desenvolvimentos na aerodinâmica nos últimos anos, sobretudo devido a preocupações ambientais, de eficiência e custos, com o intuito de reduzir vibrações e ruído. Os sistemas para o bordo de fuga das asas (pás), como os “gurney flap”, têm sido estudados e testados por causa do potencial no acréscimo da força de sustentação – mesmo a velocidades de rotação mais baixas, redução do consumo de combustível, e melhoria na sustentação.

O projeto desenvolvido pela Active Space Technologies foi financiado pela Joint Technology Initiatives – Clean Sky e contou com o fabricante de helicópteros, Agusta Westland, como cliente. Este projeto teve por objectivos o desenvolvimento, fabrico e teste de um sistema “gurney flap”, a sua instalação em asa em compósito de carbono e teste em túnel de vento.

Este contrato “permitiu à Active Space Technologies o reforço do desenvolvimento de tecnologias e productos, sobretudo nas áreas de monitorização de sinais em ambientes extremos e transmissão wireless de dados e potência”, adianta a empresa.

Entre os desafios da incorporação de atuadores em asas estão o reduzido espaço disponível, a concentração de tensões e propagação de fissuras provocadas pelas elevadas cargas em operação, o balanceamento de massas, enormes acelerações, distribuição de temperatura e deformações termo-elásticas, e principalmente o sistema de comunicações e controlo da atuação.

“Os testes em túnel de vento foram bem sucedidos e as primeira análises permitem validar grande parte das previsões simuladas em computador”, refere a empresa. Os dados dos testes estão a ser analisados em mais detalhe, o sistema vai ser transposto para um helicópetro e será iniciada uma campanha de testes exaustiva.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor